PUBLICIDADE

Brasileira vinda da África fura quarentena e vai a shopping

Jovem desembarcou no MT vindo de um voo que saiu de Joanesburgo, na África do Sul

2 dez 2021 14h17
| atualizado às 14h18
ver comentários
Publicidade

A recomendação a todos os passageiros que chegam ao Brasil vindo da África é o isolamento durante 14 dias por causa do surgimento da variante Ômicron da covid-19. Porém, uma mulher de 28, que desembarcou em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, na última segunda-feira vinda de voo que saiu de Joanesburgo, na África do Sul, furou a quarentane e foi vista em um shopping da cidade.

Movimentação no Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá (MT)
Movimentação no Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá (MT)
Foto: Euclides Oltramari Jr / Futura Press

De acordo com o relatório da Vigilância, a mulher e os filhos, de 6 e 11 anos, não estava em casa na tarde de terça-feira, 30, quando a equipe de Vigilância do munícipio foi a até a seu endereço de cadastro.

A avó da mulher informou para os profissionais que a neta tinha ido encontrar uma irmã no shopping, além de confirmar que ela foi notificada sobre a necessidade de cumprir um período de isolamento social.

“Fizemos toda a investigação e a coleta. Agora, ela vai ficar em quarentena e em monitoramento nos próximos 12 dias”, declarou Relva Cristina, superintendente de Vigilância em Saúde de Várzea Grande.

O relatório informa que a jovem se mostrou contrariada por ter que cumprir a quarentena. Ela alegou que mora em Joanesburgo e que só veio ao Brasil para buscar os filhos. "Chegou ao local de forma relutante, levantando vários questionamentos sobre a necessidade da realização da quarentena, e dizendo que não havia sido informada formalmente”, diz o comunicado.

Fonte: Equipe portal
Publicidade
Publicidade