PUBLICIDADE

Brasil ultrapassa marca de 605 mil mortes por covid

Segundo dados do Conass, o País regristrou mais de 460 mortes e 14.502 casos nas últimas 24 horas

22 out 2021 18h44
| atualizado às 19h02
ver comentários
Publicidade

O Brasil registrou mais 460 mortes e 14.502 casos na pandemia de covid-19, elevando os totais de óbitos e contágios para 605.139 e 21.711.843, respectivamente, informou o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) nesta sexta-feira (22). Os dados revelam uma redução nos números de vítimas e casos em comparação aos registrados no mesmo dia da semana passada, quando foram 570 mortes e 15.239 novas infecções.     

Protesto em Brasília no dia em que o Brasil atingiu a marca de 600 mil mortes
Protesto em Brasília no dia em que o Brasil atingiu a marca de 600 mil mortes
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Ainda segundo o Conass, o boletim de hoje conta com as informações revisadas e incorporação de registros antigos em investigação do estado do Ceará, além da correção de inconsistência e duplicidade do Mato Grosso do Sul. As médias móveis de casos e mortes em sete dias continuam aumentando levemente, com 12.052 contágios e 353 óbitos. A taxa de letalidade da doença está mantida em 2,8%.

São Paulo ainda é o estado mais afetado na emergência sanitária e registra 4.396.904 contágios e 151.471 morte. Já a maior taxa de letalidade do país continua sendo do Rio de Janeiro, de 5,2%, bem acima da média nacional. No ranking de estados com mais infecções aparecem também Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Bahia, além de Santa Catarina e Rio de Janeiro.
 
Já em relação aos óbitos, os dados absolutos mostram que a segunda posição fica com o Rio de Janeiro, seguido por Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade