PUBLICIDADE

"Não faremos nenhuma aventura", pontua Bolsonaro em coletiva

Presidente se reuniu com ministro da Economia e, em entrevista coletiva, e afirmou que gasto com o Auxílio Brasil "tem responsabilidade"

22 out 2021 16h04
ver comentários
Publicidade
Bolsonaro defende Guedes em coletiva em meio a crise do teto de gastos
Bolsonaro defende Guedes em coletiva em meio a crise do teto de gastos
Foto:

Jair Bolsonaro se reuniu com o ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta sexta-feira, 22, em meio à crise da pressão sob regras do teto de gastos, e se manifestou em coletiva de imprensa ao lado do chefe da pasta. Defendendo um novo Bolsa Família com benefício de R$ 400, a mensagem de Bolsonaro foi para tentar transmitir responsabilidade fiscal: "Quero deixar claro para todos que esse valor tem responsabilidade; não faremos nenhuma aventura e não queremos colocar em risco nada no tocante à economia".  

Bolsonaro justificou o aumento de R$ 300 para R$ 400 no programa social devido à inflação. "Muita gente está passando necessidades. Agravou a inflação, chegando a dois dígitos, isso não é um problema exclusivo do Brasil, o mundo todo vive isso. E o Brasil é um dos países que menos está sofrendo na economia. A previsão é que vamos crescer 5% no decorrente do ano".   

Diante desse cenário, o presidente falou que o valor atual do Bolsa Família era "insuficiente". 

O chefe do Executivo  também aproveitou a ocasião para criticar governadores do Estado. "É a política do fica em casa, a economia a gente vê depois. Tem muita gente com problemas", afirmou.

Fonte: Equipe portal
Publicidade
Publicidade