0

Novembro com muita chuva no Rio de Janeiro

Em 20 dias, volume de precipitação superou a média para o mês em praticamente toda a cidade do Rio

20 nov 2018
23h12
  • separator
  • 0
  • comentários

Por causa da forte fria que passou pelo Rio de Janeiro no feriado de 20 de novembro, todas as estações de controle do AlertaRio - Prefeitura do Rio de Janeiro já acumulam mais de 100 mm de chuva em novembro.

Até 20h do dia 20/11/2018, a média de acumulado era de 120 mm a 150 mm, na maior parte da cidade. Os maiores acumulados foram registrados em:

Alto da Boa Vista: 292,8 mm

Tijuca: 181,0 mm

Jardim Botânico: 177,2 mm

Rocinha: 176,2 mm

Saúde: 171,0 mm

Os menores acumulados foram em:

Guaratiba: 108,2 mm

Sepetiba: 108,6 mm

Barra/Riocentro: 109,0 mm

Bangu: 109,2 mm

Foto: Climatempo

Foto de Aline Tochio, Rio de Janeiro (RJ)

Chuva de novembro 2018 x novembro 2017 x média

Em 20 dias, a chuva de novembro de 2018 já foi muito acima da que ocorreu durante os 30 dias de novembro de 2018.

O acumulado da chuva de 20 dias de novembro de 2018 superou a média para o mês e praticamente todos os bairros da cidade do Rio. A chuva deste período ainda estava um pouco abaixo da média no Vidigal, Sepetiba, Rocinha, em todas as estações da Barra, na Ilha do Governador e no Grajaú.

A maior diferença positiva foi no Alto da Boa Vista, onde já choveu 61% acima da média. A maior diferença negativa foi na estação da Barra/Barrinha.

O total de chuva acumulado em novembro de 2017 ficou abaixo da média para o mês em praticamente todo os locais da cidade do Rio de Janeiro. Choveu acima ou igual à média e Guaratiba, em Sepetiba, Grota Funda, Barra/Riocentro, Av. Brasil/Mendanha, Recreio dos Bandeirantes e em Santa Cruz.

Local

nov 2017 (mm)

nov 2018 (mm)

até 20/11

Média nov (mm)

% da média (2018)

% da média (2017)

Alto da Boa Vista

177,2

292,8

182,2

61

-3

Anchieta

186,6

141,8

125,9

13

48

Av. Brasil/Mendanha

144,4

122,2

106,1

15

36

Bangu

96,4

109,2

105,7

3

-9

Barra/Barrinha

94,4

147,2

192,6

-24

-51

Barra/Riocentro

129,8

109,0

123,9

-12

5

Campo Grande

102,8

109,6

104,8

5

-2

Copacabana

66,0

129,4

112,3

15

-41

Est. Grajaú/Jacarepaguá

98,6

148,8

101,7

46

-3

Grajaú

80,0

118,8

120,4

-1

-34

Grande Méier

89,2

121,6

116,0

5

-23

Grota Funda

169,8

161,4

143,8

12

18

Guaratiba

173,6

108,2

107,7

0

61

Ilha do Governador

92,2

128,8

136,6

-6

-33

Irajá

94,4

133,4

115,4

16

-18

Jacarepaguá/Cidade de Deus

84,6

132,2

109,8

20

-23

Jacarepaguá/Tanque

106,0

148,0

116,1

27

-9

Jardim Botânico

82,8

177,2

143,8

23

-42

Laranjeiras

82,2

155,8

154,2

1

-47

Madureira

97,2

155,2

115,2

35

-16

Penha

93,4

109,6

103,7

6

-10

Piedade

77,2

142,6

109,7

30

-30

Recreio dos Bandeirantes

154,6

110,2

107,3

3

44

Rocinha

119,6

176,2

183,5

-4

-35

Santa Cruz

165,8

128,6

127,6

1

30

Santa Teresa

89,0

168,4

144,2

17

-38

São Cristóvão

77,2

148,6

110,5

34

-30

Saúde

71,6

171,0

121,6

41

-41

Sepetiba

145,0

108,6

122,2

-11

19

Tijuca

105,8

181,0

161,0

12

-34

Tijuca/Muda

98,4

142,8

108,5

32

-9

Urca

67,2

139,4

116,2

20

-42

Vidigal

85,0

122,0

130,5

-7

-35

Por que tanta chuva?

O grande volume de chuva que se observa em novembro de 2018 na cidade do Rio de Janeiro é explicado por uma combinação de fatores: passagem de frentes frias, fluxo de ar quente e úmido persistente vindo do interior do país e o relevo local.

Grande parte da chuva ocorreu na passagem de frentes frias. Mas a este mês, o corredor de ar úmido e quente do Norte para Sudeste do Brasil está mais organizado. A grande disponibilidade de umidade e  calor facilitam a formação de nuvens de carregadas.

Há previsão de mais chuva para os próximos dias.

Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade