PUBLICIDADE

Cirurgia pioneira separa gêmeas siamesas unidas por órgãos vitais

26 abr 2013 11h21
| atualizado às 11h48
ver comentários
Publicidade

Duas irmãs gêmeas que nasceram coligadas estão se recuperando em um hospital em Virgínia, nos Estados Unidos, de uma cirurgia bem-sucedida que as separou nesta semana. A operação foi considerada pioneira por constituir o primeiro registro de cirurgia feita ao longo de duas etapas em gêmeas siamesas compartilhando órgãos vitais e ligadas pelo abdômen. As informações são do Daily Mail.

Você Sabia?
Gêmeos siameses: por que duas pessoas nascem grudadas?

A'zhari e A'zhiah Jones nasceram ligadas pelo tronco, dividindo o mesmo fígado e pericárdio - saco que envolve o coração e as raízes dos grandes vasos. Elas passaram pela primeira fase da cirurgia de separação em outubro, mas devido à sua saúde frágil, a parte final da complexa cirurgia foi adiada até a última segunda-feira. A operação foi um sucesso, e os médicos afirmam que a dupla já se recuperou completamente do procedimento que durou 14 horas e não deve haver necessidade de intervenção futura ou medicação a longo prazo.

"Estamos otimistas de que as gêmeas terão uma recuperação completa... vejo elas vivendo alegremente suas vidas como indivíduos", afirmou em um comunicado após a operação David Lanning, cirurgião-chefe do Hospital Infantil de Richmond.

As irmãs nasceram de cesareana em 10 de outubro de 2012 com o peso combinado de 4,5 quilos. A mãe, Nachell Jones, soube que esperava gêmeos quando estava grávida de três meses e, uma semana depois, foi revelado a ela que os fetos eram coligados.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade