PUBLICIDADE

PM dispersa protesto do MPL na Paulista com bombas de gás

12 jan 2016 17h48
| atualizado em 13/1/2016 às 08h24
ver comentários
Publicidade

Assim como ocorreu na última sexta-feira em São Paulo, a tarde desta terça-feira teve protesto contra o aumento das tarifas do transporte público. E novamente teve tumulto, confronto entre manifestantes e a Polícia Militar e bombas de gás lacrimogênio na região da avenida Paulista.

O ato organizado pelo Movimento Passe Livre (MPL) contra o aumento das tarifas nos ônibus, metrô e trens, que passaram de R$ 3,50 para R$ 3,80, aconteceu de forma pacífica quase todo o tempo. Mas por volta das 19h, policiais impediram que o ato seguisse até o Largo da Batata, em Pinheiros, e cercaram os manifestantes na Praça do Ciclista, na avenida Paulista.

Com o impasse nas negociações entre PMs e manifestantes, um grupo tentou furar o bloqueio policial e foi impedido com bombas de gás lacrimogênio. A partir deste momento, a avenida Paulista e avenida Consolação foram tomadas pela correria, vandalismo e pelo pânico, inclusive com algumas pessoas feridas.

Veja fotos do protesto:

Foto: Peter Leone / Futura Press
Foto: Kevin David / Futura Press
Foto: Kevin David / Futura Press
Foto: Newton Menezes / Futura Press
Foto: Marivaldo Oliveira / Futura Press
Foto: Marivaldo Oliveira / Futura Press
Foto: Newton Menezes / Futura Press
Foto: Suamy Beydoun / Futura Press
Foto: Suamy Beydoun / Futura Press

 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade