PUBLICIDADE

Prefeitura pede que Exército vigie túmulo de Jango no RS

10 mai 2013 17h48
| atualizado às 17h56
ver comentários
Publicidade
Corpo de João Goulart será exumado; laudo oficial da morte aponta que Jango foi vítima de ataque cardíaco durante exílio na Argentina
Corpo de João Goulart será exumado; laudo oficial da morte aponta que Jango foi vítima de ataque cardíaco durante exílio na Argentina
Foto: Reprodução

Após a decisão da Comissão Nacional da Verdade de exumar o corpo do ex-presidente João Goulart, sepultado na cidade de São Borja (a 600 quilômetros de Porto Alegre), a prefeitura da cidade resolveu pedir que o Exército vigie o túmulo.

“Oficializamos ontem de manhã o pedido, solicitando uma guarnição 24 horas no local, mas ainda não recebemos resposta”, disse o chefe de gabinete da prefeitura, Luiz Perdomo. 

Além disso, a prefeitura formou ainda uma comissão para acompanhar todo o processo de exumação, que ainda não tem data para acontecer, depende ainda da formação de uma comissão especial com peritos internacionais, conforme solicitou a família de Jango.

No entanto, segundo o chefe de gabinete, enquanto a data corre não sai, a prefeitura informa que já existe uma empresa responsável por fazer a segurança do cemitério, que segura o local durante a noite. 

“Foi uma inciativa do município mesmo, porque ninguém sabe se ele foi envenenado ou não, ou se alguém possa querer violar, tirar alguma coisa de lá, que possa prejudicar o resultado”, diz Perdomo.

 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade