1 evento ao vivo

Pedro Cardoso critica classe média e "ataque contra cultura"

14 jul 2019
11h22
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
O ator e diretor Pedro Cardoso.
O ator e diretor Pedro Cardoso.
Foto: Reprodução/Pânico / Estadão Conteúdo

O ator Pedro Cardoso, famoso também por seus fortes posicionamentos políticos, foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais neste domingo por conta de uma entrevista dada ao jornal Folha de São Paulo. Mesmo vivendo em Lisboa, ele se diz preocupado com a situação da política atual, principalmente quando fala da pauta de costumes do novo governo de Jair Bolsonaro e de seus apoiadores.

"Há um ataque forte contra a cultura por parte de uma população que se embrulha na bandeira e tenta transformar o Brasil na ideia que elas têm do Brasil", disse Pedro, em entrevista à jornalista Teté Ribeiro. 

O ator que eternizou Agostinho, personagem de sucesso da série 'A Grande Família', fala também das redes sociais e da "decepção com a capacidade de conversar". "As redes sociais são como praças de drogados. É perigoso para a democracia que acreditem que ali as coisas acontecem de fato".

De férias em São Paulo, ao lado da mulher Graziella Moretto e dos filhos, de 15 e 10 anos, Pedro Cardoso também elege como alvo de suas críticas a classe média brasileira, que se vê representada pelo novo governo. "O que aconteceu foi que um grupo de classe média que se sentia excluído se agregou a um fundamentalismo religioso para obter uma ascensão social. E eles não toleram quem pensa diferente. Isso é fascismo".

Veja também:

Em meio à pressão por impeachment de Bolsonaro, Aras insinua 'estado de defesa'
Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade