9 eventos ao vivo

Para Mercadante, queda na popularidade de Dilma é motivadora

Para ministro, maior desafio da presidente é vencer no primeiro turno em 2014

16 jul 2013
20h04
atualizado às 20h47
  • separator
  • 0
  • comentários

Um dos atuais interlocutores políticos mais próximos da presidente Dilma Rousseff, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, afirmou na noite desta terça-feira que o resultado que aponta um desabamento na popularidade da presidente é “motivador”. O ministro argumentou que em todos os cenários pesquisados, Dilma venceria no segundo turno. 
 
“A presidenta vence as eleições no segundo turno de todos os candidatos. Ou seja, nosso desafio é ganhar no primeiro turno. Esse é o desafio que nós temos pela frente”, afirmou.
 
Indagado se os resultados não eram desanimadores, Mercadante afirmou o contrário: “é extremamente motivador”. “Por isso estamos trabalhando com toda intensidade. E é exatamente numa crise como essa que a presidenta fez um pacto, cinco pactos, apresentou propostas, dialogou com todos os setores da sociedade”, acrescentou.
 
O ministro fez uma leitura de que o momento pesquisado reflete uma crise, mas que o desempenho de Dilma vem sendo superior aos dos antecessores em situações delicadas em suas gestões. “A presidenta Dilma tem um desempenho nessa pesquisa melhor do que os momentos mais difíceis do governo Lula e o Fernando Henrique Cardoso. Depois de um processo político extremamente complexo como esse que nós vivemos recentemente”, observou Mercadante.
 
Na manhã desta terça-feira foi divulgada a pesquisa de popularidade da presidente realizada pelo instituto MDA Pesquisas, e encomendada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT), que apontou que Dilma não conseguiria se reeleger em nenhum dos cenários sugeridos. 
 
O levantamento ouviu 2.002 pessoas, entre os dias 7 e 10 de julho. As entrevistas foram realizadas em 134 municípios de 20 Estados nas cinco regiões, e a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade