6 eventos ao vivo

Novo panelaço ocorre durante fala de ministros

Internautas comentaram nas redes sociais o pronunciamento do governo e o protesto organizado pela web

15 mar 2015
19h18
atualizado às 22h10
  • separator
  • 0
  • comentários

Foi só o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, começar a falar na entrevista coletiva para que parte da zona sul do Rio e vários bairros de São Paulo, principalmente na zona oeste, começassem um novo panelaço contra o governo.

Moradores do Tatuapé piscaram as luzes de apartamentos para protestar
Moradores do Tatuapé piscaram as luzes de apartamentos para protestar
Foto: Rodrigo Linhares / vc repórter

No Rio, os prédios rapidamente se iluminaram e as pessoas foram para as varandas bater colheres e panelas e gritarem: "Fora Dilma!". Os carros que passavam nas ruas acompanharam o panelaço com um buzinaço de apoio. Ipanema, Leblon e Jardim Botânico, bairro de classe média alta foram os principais. O panelaço durou cerca de 15 minutos.

Em São Paulo, foi registrado no Alto de Pinheiros, na Pompeia, na Lapa, na Mooca, em Higienópolis, no Morumbi, Campo Belo, Vila Mariana, Aclimação, Belenzinho, Santana, Vila Guarani e no Brooklin. Bairros de Santos, no litoral paulista, também tiveram o protesto. Pelo País, houve panelaço em Águas Claros (DF), Salvador (BA).

Durante sua fala, Cardozo comentou o panelaço: "Que se respeitem as pessoas que batem panelas; que se respeitem as pessoas que aplaudem o governo. Nós temos que ter respeito com todos, nós temos um governo que governa para 200 milhões de pessoas. Nós temos um governo democrático".

Uma mensagem que circulou pelo aplicativo WhatsApp convou as pessoas para o protesto com o utensílio de cozinha: "Hoje às 18 horas e por 15 minutos, é muito pouco, vamos para as janelas, varandas, para as portas bater panelas ou gritar ou buzinar ou as três coisas". Nas redes sociais, os internautas também se manifestaram sobre o pronunciamento e o panelaço. Veja a repercussão:

Colaborou com esta notícia o leitor Rodrigo Linhares, de São Paulo (SP), que participou do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui ou envie pelo aplicativo WhatsApp, disponível para smartphones, para o número +55 11 97493.4521.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade