PUBLICIDADE

Política

Michelle apoia Bolsonaro após condenação no TSE: 'Estou às suas ordens, meu capitão'

Ex-presidente foi condenado por cometer abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação, e ficará inelegível até 2030

30 jun 2023 - 16h20
(atualizado às 16h40)
Compartilhar
Exibir comentários
'Facada nas costas', diz Bolsonaro após TSE decidir torná-lo inelegível até 2030:

A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro recorreu às redes sociais nesta sexta-feira, 30, para expressar sua posição após a condenação do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

“Estou às suas ordens, meu capitão“, escreveu Michelle.

A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro
A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ela também citou um trecho da Bíblia, destacando que "quem agir de forma injusta receberá o devido pagamento da injustiça cometida; e nisto não há exceção para pessoa alguma."

Nesta sexta, o TSE entendeu que o ex-presidente cometeu abuso de poder e uso indevido dos meios de comunicação devido à sua participação em uma reunião com embaixadores estrangeiros, na qual fez alegações infundadas contra o sistema eleitoral, tornando-o inelegível por 8 anos em julgamento. O placar encerrou em 5 a 2.

Moraes é enfático ao falar sobre discurso de Bolsonaro a embaixadores: 'Encadeamento de mentiras':
Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade