PUBLICIDADE

Maia diz não acreditar que democracia esteja sob ameaça

"Não acredito que chegue a gente esse ponto, de forma nenhuma", disse o parlamentar

28 mai 2020 14h23
| atualizado às 14h33
ver comentários
Publicidade

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse, nesta quinta-feira, não acreditar que a instabilidade política chegue a uma "situação extrema" a ponto de ameaçar a normalidade democrática, e acrescentou que segue na tentativa permanente de diálogo.

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia
11/03/2020
REUTERS/Adriano Machado
Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia 11/03/2020 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

Questionado em entrevista a rádio Tupi, sobre temor que a ausência de parlamentares em Brasília por conta do isolamento decorrente da pandemia de covid-19 ofereça pouca "resistência" a ameaças à "normalidade democrática", Maia disse não acreditar " que chegue a esse ponto".

"Não acredito que chegue a gente esse ponto, de forma nenhuma", disse o parlamentar à rádio.

"Não acredito que a gente chegue a uma situação extrema como essa", afirmou, acrescentando que as instituições estão funcionando.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade