PUBLICIDADE

Nunes vota a favor de Moro, e STF tem maioria contra Lula

Nunes Marques argumentou que parte das provas levadas pela defesa do Lula no caso foram obtidas por meio de hackeamento

23 mar 2021 15h30
| atualizado às 15h37
ver comentários
Publicidade

O ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou contra a tese da suspeição do ex-juiz Sergio Moro nos processos contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o que colocou em 3 votos a 2 contra a suspeição o julgamento do caso na Segunda Turma do Supremo.

Novo ministro do STF, Kassio Nunes Marques
21/10/2020
REUTERS/Adriano Machado
Novo ministro do STF, Kassio Nunes Marques 21/10/2020 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

Em seu voto, Nunes Marques argumentou que parte das provas levadas pela defesa do Lula no caso - as alegadas interceptações de mensagens de Moro com procuradores da Lava Jato em Curitiba - foram obtidas por meio de hackeamento, um ato criminoso, e portanto são "ilícitas, ilegítimas e imprestáveis".

Embora todos os cinco ministros da Segunda Turma já tenham votado no caso, o resultado ainda não foi proclamado e até que isso ocorra os ministros podem rever seus votos.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade