PUBLICIDADE

Política

Jovem Pan é condenada a pagar R$ 25 mil para ministro do STF após ofensa de comentarista

Decisão foi motivada por comentário proferido por Cristina Reis Graeml contra ministro Cristiano Zanin, ex-advogado de Lula

4 dez 2023 - 17h13
(atualizado às 19h30)
Compartilhar
Exibir comentários
Zanin suspende concurso da PM do RJ por restrição para mulheres
Zanin suspende concurso da PM do RJ por restrição para mulheres
Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou que a emissora Jovem Pan pague uma indenização de R$ 25 mil ao ministro Cristiano Zanin, do Supremo Tribunal Federal (STF), por danos morais.

A decisão foi motivada por um comentário ofensivo proferido por Cristina Reis Graeml. Ela foi demitida no mês seguinte ao ataque dirigido ao ex-advogado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

“Ganhou milhões do PT para ficar visitando o Lula aqui em Curitiba na cadeia, fazendo companhia, bolando estratégias de defesa. Sofrido, né, coitadinho, apanhou tanto”, disse a comentarista, após chamar Zanin de “bandido” em comentário feito no dia 7 de outubro de 2022.

Inicialmente, a Jovem Pan recebeu uma condenação em primeira instância para indenizar Zanin em 50 mil reais. Entretanto, após um recurso, a 2ª Câmara de Direito Privado optou por reduzir o valor para R$ 25 mil.

Na decisão, o desembargador José Carlos Ferreira Alves, afirmou que é admissível "questionar de maneira respeitosa e educada a seleção do autor para o cargo no Supremo Tribunal Federal".

"Ao rotular um respeitado advogado de ‘bandido’, a requerida evidentemente extrapola o regular exercício do direito de expressão e de informação”, completou.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade