0

Em posse de Toffoli, Raquel diz que condução do STF precisa ser 'firme e lúcida'

13 set 2018
19h12
  • separator
  • comentários

Em seu discurso durante solenidade de posse do novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, nesta quinta-feira, 13, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, destacou que a condução da Corte nos tempos atuais precisa ser "firme e lúcida".

"Magistrado experiente, o ministro Dias Toffoli sabe que manter a credibilidade do Judiciário e a confiança dos brasileiros na justiça pública é essencial para a paz social. Construir consensos e respeitar dissensos. Se tais são desafios para cada um e cada uma dos membros desta Corte, esta é também a principal virtude do colegiado", disse Raquel Dodge.

Em sua fala, a procuradora-geral lembrou que desde a Constituição do Império, o Supremo é o guardião da Constituição e que, a partir de 1988, tornou-se também guardião da democracia e dos direitos humanos. "O Supremo, como é respeitosamente conhecido por todos os brasileiros, tem ajudado a construir no Brasil uma sociedade mais justa e solidária, a instituir um estado de direito e de respeito às instituições", disse Raquel Dodge.

"Auguro ao ministro presidente e ao ministro Luiz Fux êxito no mandato que se inicia, esperta de que uma firme e lúcida condução da Corte é imprescindível nos temas atuais para a plena fruição da cidadania brasileira", concluiu.

Marcas

Em seu discurso, a chefe do Ministério Público Federal destacou a gestão da ministra Cármen Lúcia à frente do Supremo. "Deixou marcas relevantes na história da Corte: de busca da segurança jurídica, de impessoalidade das decisões judiciais, de elevado espírito público, priorizando na pauta do Plenário temas necessários para o cotidiano e a segurança dos brasileiros que precisam de justiça", disse.

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade