PUBLICIDADE

Política

Eduardo Paes tem 51% das intenções de voto, contra 11% de Ramagem, aponta Quaest

Se eleição fosse hoje prefeito poderia vencer em primeiro turno, enquanto bolsonarista aparece empatado tecnicamente com o deputado federal Tarcísio Motta (PSOL), que tem 8%

18 jun 2024 - 04h00
(atualizado às 07h10)
Compartilhar
Exibir comentários

BRASÍLIA - Nova pesquisa da Quaest divulgada nesta terça-feira, 18, aponta que o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), tem 51% das intenções de voto e pode ser reeleito em primeiro turno. O deputado federal Alexandre Ramagem (PL), que é o candidato do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), é o segundo melhor colocado no levantamento, com 11% da preferência dos eleitores.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), tem larga vantagem na disputa pela reeleição
O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), tem larga vantagem na disputa pela reeleição
Foto: Pedro Kirilos/Estadão / Estadão

Considerando a margem de erro da pesquisa, que é de três pontos percentuais, Ramagem está empatado tecnicamente com o deputado federal Tarcísio Motta (PSOL), que tem 8%. O deputado estadual Rodrigo Amorim (União) tem 4% e o deputado federal Marcelo Queiroz (PP) aparece com 2%.

A Quaest fez entrevistas presenciais com 1.145 cariocas entre os dias 13 e 16 de junho. O índice de confiabilidade é de 95% e a pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número RJ-04459/2024.

Outros 4% dos entrevistados pela Quaest disseram que estão indecisos e outros 20% declararam que vão votar em branco, nulo ou pretendem não ir para as zonas de votação em outubro.

Paes venceria Ramagem por 57% a 27% no segundo turno

Em um eventual segundo turno, Paes venceria Ramagem com folga. No cenário hipotético, o prefeito tem 57% das intenções de voto, enquanto o deputado federal aparece com 27%. Outros 2% afirmaram estar indecisos e outros 14% disseram que vão votar em branco, nulo ou não comparecerão às urnas.

A candidatura de Paes tem o apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que tenta articular com o prefeito a nomeação do vice na chapa. De acordo com o levantamento da Quaest, 19% dos cariocas votariam no indicado pelo petista mesmo sem o conhecer, enquanto 79% não votariam.

Ramagem, por sua vez, é o candidato de Bolsonaro e 22% dos entrevistados declararam que votam no indicado pelo ex-presidente, mesmo se não o conhecerem. Outros 75% dos cariocas afirmaram que não pretendem votar em Ramagem apenas pelo apoio de Bolsonaro.

Paes tem preferência maior entre católicos e mulheres

Paes lidera em intenções de voto em todos os segmentos da população carioca, sejam eles por religião, renda, faixa etária, sexo e identificação étnico-racial. O prefeito se sai melhor entre os católicos (58%), os pretos (52%) e as mulheres (52%).

O desempenho de Ramagem no levantamento foi melhor entre os que ganham mais de cinco salários mínimos (14%), os que tem religiões diversas do catolicismo e do protestantismo (16%) e entre os evangélicos (14%).

Já Tarcísio Motta do PSOL tem os melhores números atrelados ao eleitor que tem entre 16 e 34 anos (11%), que tem o ensino superior completo (10%) e que ganha mais de cinco salários mínimos (10%).

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade