PUBLICIDADE

Política

Bolsonaro fala em perseguição e diz que 'tudo pode acontecer' sobre chance de ser preso

Ex-presidente foi condenado pelo TSE e está inelegível pelos próximos 8 anos

1 jul 2023 - 08h13
Compartilhar
Exibir comentários
Bolsonaro criticou o resultado do julgamento no TSE
Bolsonaro criticou o resultado do julgamento no TSE
Foto:

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi condenado pelo TSE por cometer abuso de poder e uso indevido dos meios de comunicação devido à sua participação em uma reunião com embaixadores estrangeiros, na qual fez alegações infundadas contra o sistema eleitoral, e está inelegível até 2030. O placar do julgamento encerrou em 5 a 2.

No final da noite de sexta-feira, 30, Bolsonaro voltou para Brasília e conversou com os jornalistas sobre a inelegibilidade. O ex-presidente reclamou de injustiça e falou sobre o medo de ser preso. 

“Nós temos algo justo no Brasil? Eu estou há 6 meses fora do governo. Nem estava aqui no Brasil no 8 de Janeiro, continua a perseguição o tempo todo. Vira e mexe me fazem a pergunta: ‘Está com medo de ser preso?’. Tudo pode acontecer”, afirmou.

Bolsonaro ainda lembrou a prisão de Mauro Cid para criticar os processos nos quais é investigado: “Não tem motivo hoje em dia para ninguém ser preso no Brasil. Qualquer um pode ser preso e não se diz o motivo e ponto final. A busca e apreensão na minha casa não teve aval. O MP foi contrário. A prisão dos meus assessores, o MP não deu aval. Foi o contrário. Não concordou com aquilo.”

“Agora, onde vamos parar? O que querem? Me tiraram? Sim, ao que tudo indica, me tiraram. O Lula é democrata? Nem vou falar em corrupção. O Lula é paz e amor? O Lula é a solução para o Brasil? O Lula é menos ódio?”, completou.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade