0

Astronauta aceita convite para ser ministro de Bolsonaro

Primeiro brasileiro a ir para o espaço, Marcos Pontes confirma que fará parte do novo governo e revela que pretende ficar os quatro anos na pasta

30 out 2018
17h08
atualizado às 18h37
  • separator
  • 15
  • comentários

Primeiro brasileiro a ir para o espaço, o astronauta Marcos Pontes confirmou nesta terça-feira, 30, que aceitou o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para ser o ministro da Ciência e Tecnologia. Pontes fez a declaração em entrevista ao telejornal Bom Dia, RN, da Inter TV, afiliada da Rede Globo de Televisão no Rio Grande do Norte.

Marcos Pontes em vídeo na sua página no Facebook
Marcos Pontes em vídeo na sua página no Facebook
Foto: Reprodução Facebook / Estadão Conteúdo

"Fui convidado e já aceitei, convite está aceito", afirmou. Ele revelou, no entanto, que já havia aceitado o convite "há algum tempo". Pontes disse que, quando iria se candidatar a senador, foi convidado por Bolsonaro para ser ministro. Com isso, declarou, decidiu se candidatar a segundo suplente de senador na chapa do hoje senador eleito Major Olimpio (PSL-SP).

"Eu assumo o ministério, fico os quatro anos e depois, eventualmente, posso entrar no Senado para continuar o trabalho dentro do Congresso", disse. Assumir uma cadeira no Senado, no entanto, dependeria da saída ou licença de Major Olímpio da vaga de titular.

Na internet

Ontem, o astronauta já tratava sua nomeação ao ministério de Ciência e Tecnologia como certeza. Na sua página no Facebook, ele disse que está muito feliz de ter a oportunidade de participar do governo e que agora "só falta o anúncio oficial" de sua indicação.

A gravação foi feita depois que ele deixou a casa do presidente eleito, no Rio de Janeiro. "Tem falado sempre no meu nome, mais ou menos como Posto Ipiranga de Ciência e Tecnologia, e agora só falta o anúncio oficial, realmente, da minha indicação pra ministro de Ciência e Tecnologia", disse o astronauta, emendando que Bauru nunca teve um conterrâneo comandando a Pasta e que será "muito especial" para a região e o País.

"Estou muito feliz de ter participado não só da campanha, mas de ter a oportunidade de participar não só desse novo governo, em uma área que tem sido minha vida por 41 anos", completou no vídeo de um minuto e meio.

Primeiro brasileiro a ir para o espaço, Pontes se engajou na campanha de Bolsonaro neste ano e já foi citado para assumir a Pasta, mas sem nenhuma confirmação ainda.

Estadão
  • separator
  • 15
  • comentários
publicidade