0

Advogado de Genoino diz que saída de Barbosa qualifica STF

29 mai 2014
14h27
atualizado às 15h10
  • separator
  • 0
  • comentários

"O Supremo (Tribunal Federal) se livra de um ministro (Joaquim Barbosa) extremamente autoritário, que não sabe conviver em colegiado e é extremamente injusto", afirmou no início da tarde desta quinta-feira o advogado Luiz Fernando Pacheco, responsável pela defesa do ex-deputado federal José Genoino (PT-SP), no processo do mensalão. Ao receber a informação de que o presidente do STF se aposentará no próximo mês.

O ex-presidente do PT José Genoino chega à Superintendência da PF
O ex-presidente do PT José Genoino chega à Superintendência da PF
Foto: Bruno Santos / Terra

O advogado destacou ainda que após a saída de Barbosa deverá haver mudanças na tramitação de recursos apresentados pela defesa dos condenados no processo do mensalão. Ele disse que os últimos pedidos não foram levados pelo presidente do STF para discussão do plenário. "Ele vem interpretando a lei de execução penal de maneira arbitrária. E ao não levar os pedidos ao plenário, nega a jurisdição", disse.

Confira o placar do julgamento voto a voto
Conheça o destino dos réus do mensalão
Saiba o que ocorreu no julgamento dia a dia
Mensalãopédia: conheça os personagens citados no julgamento
Mensalão Kombat: veja as 'batalhas' entre Barbosa e Lewandowski

Genoino foi condenado a quatro anos e oito meses de prisão em regime semiaberto na Ação Penal 470. No dia 30 de abril deste ano, o ex-deputado voltou a cumprir pena no Presídio da Papuda, em Brasília, por determinação do ministro Joaquim Barbosa. Ele estava cumprindo a pena em regime domiciliar provisório desde dezembro de 2013, em função de problemas de saúde. Ele tem problemas cardíacos.   

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade