0

SP: polícia prende mentor de furto ao Banco Central em 2005

2 jun 2011
15h49
atualizado em 3/6/2011 às 09h52

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo anunciou nesta quinta-feira que o mentor e financiador do furto ao Banco Central em 2005 em Fortaleza, Edésio Batista das Neves Sobrinho, foi recapturado. Ele e outros dois condenados pelo crime (Fernando Carvalho Pereira e Marcos Rogério Machado de Morais) haviam fugido do Instituto Penal Professor Olavo Oliveira (IPPOO II), em Itaitinga (CE), com outros sete presos no início de fevereiro.

Edésio Batista das Neves Sobrinho foi o mentor e financiador do furto ao Banco Central
Edésio Batista das Neves Sobrinho foi o mentor e financiador do furto ao Banco Central
Foto: Terra

Edésio havia sido preso inicialmente em junho de 2008 pela Polícia Federal em Guarapiranga, zona sul da capital paulista. De acordo com a PF, com Edesio foi apreendido 1 kg de crack em pedras.

A fuga aconteceu durante uma visita, quando um homem rendeu dois agentes penitenciários na portaria do presídio e um grupo em três carros chegou atirando contra os policiais nas guaritas. Os dez fugitivos deixaram o instituto também disparando.

No roubo, a quadrilha, composta por 10 pessoas, levou R$ 164.755.150 em notas de R$ 50 da agência durante um final de semana. Para chegar até o cofre da instituição, os ladrões construíram um túnel de 78 m de extensão e 70 cm de espessura, a partir de uma casa próxima, e perfuraram o piso de ferro revestido de concreto.

Recorde
Segundo o Guinness, foi a maior quantidade de dinheiro já tomada de um banco. O roubo excedeu a quantia roubada por Ronald Biggs, no que ficou conhecido como o Assalto ao Trem Pagador. Biggs fugiu para o Brasil e viveu no País por vários anos. Ele e outros 11 membros de sua gangue roubaram um trem do correio que seguia de Glasgow para Londres em 1963, conseguindo 2,6 milhões de libras (pouco mais de US$ 53 milhões em dinheiro de hoje).

Fonte: Terra
publicidade