PUBLICIDADE

Polícia

Polícia prende suspeitos de matar italiano em Natal

3 jun 2014 - 18h03
(atualizado às 18h04)
Compartilhar
Exibir comentários

Em estreita colaboração com as autoridades da Itália, a polícia brasileira prendeu na noite de segunda-feira mais dois suspeitos de envolvimento no homicídio do italiano Enzo Albanese, ocorrido em Natal (RN) no último dia 2 de maio. Os dois detidos são Tamara Ladogana, mulher de Pietro Ladogana, homem de 43 anos que há cinco dias foi preso em Roma ao tentar embarcar para o Brasil, e um oficial da PM, cujo nome não foi divulgado. O policial seria o executor do crime. As informações são da agência Ansa.

As investigações conduzidas nos dois países indicam que Albanese, que era sócio de uma clínica de estética e dirigente de um time de rúgbi potiguar, tinha denunciado uma quadrilha especializada em fraude e lavagem de dinheiro. Ele descobriu o esquema um mês antes de sua morte e o denunciou às autoridades brasileiras.

O grupo era chefiado por Ladogana - considerado o mandante do assassinato -, que administrava ao menos 10 empresas de fachada espalhadas por várias cidades. A polícia do Brasil também apreendeu 145 mil euros (R$ 450 mil) em dinheiro vivo e cinco automóveis de luxo, incluindo o Toyota Corolla no qual os suspeitos teriam fugido após balear Albanese em frente à sua casa. O italiano de 42 anos vivia em um bairro da zona sul de Natal. 

Fonte: Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade