0

Revoltado com divórcio, pai mata filha de 5 anos em incêndio

Augusto Cezar Costa Pinto amarrou a filha numa cadeira antes de incendiar a casa onde morava sozinho havia dois meses.

1 mar 2018
11h35
atualizado às 16h38
  • separator
  • 0
  • comentários

O término de um relacionamento é a principal hipótese para um crime que chocou moradores da cidade de Sete Lagoas, localizada na região central de Minas Gerais. Augusto Cezar Costa Pinto tinha 40 anos e decidiu se vingar da ex-mulher matando a filha do casal, de 5 anos incendiando a casa onde morava desde a separação. Augusto morreu na quarta-feira (28.)

O corpo de Sophia Emanuela Mendes Costa apresentava sinais que indicavam que ela foi amarrada antes do imóvel ser queimado.  A polícia investiga o caso como homicídio seguido de suicídio.

Segundo informações prestadas por um tio da criança, Augusto era usuário de drogas e o vício foi a causa da separação. Ela teria tentado ajudar o companheiro por um determinado tempo, mas decidiu se separar depois de não conseguir evitar o consumo pelo ex-marido.

Há dois meses ela saiu de casa com os dois filhos, um rapaz de 16 anos e a menina de 5 morta por Augusto. A mãe passou a morar na casa da avó das crianças e permitiu que Augusto ficasse com a garota na terça-feira (27), dia do crime, com o pretexto de que levaria a filha para escolher um tênis novo para ir à escola.

O corpo de Sophia foi encontrado na sala e Augusto ainda chegou a ser socorrido por um vizinho. Ele estava no quintal da casa, inconsciente e com 90% do corpo queimado. Ele morreu no dia seguinte depois de ser levado no helicóptero do Corpo de Bombeiros para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte.

veja também

 

Fonte: Especial para Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade