PUBLICIDADE

PF quer ouvir empresas americanas sobre espionagem no País

25 out 2013
01h13 atualizado às 06h45
0comentários
01h13 atualizado às 06h45
Publicidade

Documentos obtidos pelo Jornal da Globo mostram que a Polícia Federal (PF) abriu um inquérito para investigar a espionagem realizada pelas agências americanas no Brasil. A PF quer que sejam ouvidos fora do País os presidentes mundiais das empresas Yahoo, Microsoft, Google, Facebook e Apple. A investigação começou em julho. O interrogatório no exterior é possível graças a um acordo de cooperação jurídica internacional, que viabiliza a troca de informações entre os Estados Unidos e o Brasil em investigações criminais. O pedido agora será traduzido para ser enviado ao Departamento de Justiça americano.

O delegado do caso também quer ouvir Edward Snowden, o ex-analista da Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) responsável pelos vazamentos que trouxeram à tona a espionagem realizada indiscriminadamente em vários países do mundo – hoje ele está exilado na Rússia. Segundo dados conseguidos pela emissora, a NSA monitorou arquivos da Petrobrás, do Ministério de Minas e Energia e até mesmo e-mails e telefonemas da presidente Dilma Rousseff. A investigação da PF ouviu no mês passado executivos brasileiros das companhias de tecnologia, que negaram ter repassado dados de usuários brasileiros à NSA. A PF também pediu explicações ao Ministério das Comunicações e Anatel sobre o quanto o Brasil está exposto à espionagem – o prazo para a resposta termina na semana que vem.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade