PUBLICIDADE

Lei Seca é adotada em 15 estados durante a eleição

4 out 2014 20h24
| atualizado em 5/10/2014 às 10h21
ver comentários
Publicidade

Pelo menos 15 estados, além do Distrito Federal, adotaram a Lei Seca durante as eleições deste domingo. Como não há lei nacional proibindo a venda de bebidas alcoólicas, a medida fica a critério da secretaria de Segurança Pública de cada estado. Em seis estados, a comercialização estava proibida a partir do sábado. No Maranhão e Amapá, a  proibição começou, respectivamente, às 18h e 20h. Em Alagoas e no Amazonas, às 22h. Na Bahia e em Roraima, somente a partir das 23h.

No Distrito Federal e nos estados do Mato Grosso, de Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, do Ceará, Pará, Rio Grande do Norte, Tocantins, Piauí e Paraná, a proibição começa a valer no início da madrugada de domingo. Entre esses estados, Mato Grosso, Distrito Federal, Bahia e Ceará publicaram portarias já incluindo o dia 26 de outubro, quando poderá ocorrer nova votação.

Em nota, o Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal acrescentou que o descumprimento à determinação representará crime de desobediência. Nesse caso, as bebidas serão apreendidas e os estabelecimentos fechados.

Os estados do Acre, do Espírito Santo, de Santa Catarina, de São Paulo, de Sergipe e de Pernambuco não proibiram a venda de bebidas no dia de votação. A assessoria da Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina ressaltou que a polícia retirará da seção eleitoral o eleitor flagrado embriagado.

Os governos do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, de Goiás e Rondônia também não realizarão proibições, enquanto o da Paraíba não soube informar.

Agência Brasil Agência Brasil
Publicidade
Publicidade