4 eventos ao vivo

Embaixador da Itália confia que PF prenderá Battisti

Ex-guerrilheiro teve sua prisão decretada, mas está foragido

17 dez 2018
20h27
  • separator
  • 0
  • comentários

O embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini, disse nesta segunda-feira (17) que confia na Polícia Federal (PF) e acredita que as autoridades brasileiras vão conseguir prender o italiano Cesare Battisti pela quarta vez. "Nós temos muita confiança na PF e estamos aguardando. Estamos esperando uma boa notícia", disse o diplomata em entrevista à TV Globo News, relembrando que o ex-guerrilheiro já foi detido em outras três ocasiões.
    Questionado sobre o avião que está no aeroporto de Guarulhos possivelmente à espera do ex-guerrilheiro, Bernardini ressaltou que a Itália tem "uma boa cooperação com a Polícia Federal brasileira" e há agentes italianos que estão acompanhando o caso. Considerado foragido, Battisti está sendo procurado pela PF, que divulgou no fim de semana 20 simulações de imagens sobre disfarces que ele poderia estar usando. Há quatro dias, o ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a prisão do italiano, abrindo espaço para sua extradição para a Itália. Desde então, ele não foi localizado em Cananeia, onde mora, na região litorânea de São Paulo. Battisti, de 64 anos, foi condenado à prisão perpétua na Itália por quatro homicídios cometidos nos anos 1970, quando integrava o grupo Proletariados Armados pelo Comunismo (PAC).
    No último dia 14, o presidente Michel Temer assinou decreto determinando a extradição do italiano. Com isso, caso seja encontrado pela polícia, Battisti deve ser extraditado em seguida.
    A Polícia Federal (PF) pede que "qualquer informação sobre o foragido pode ser fornecida pelo telefone (61) 2024-9180 ou pelo e-mail plantao.dat@dpf.gov.br. O anonimato é totalmente resguardado".

Embaixador da Itália confia que PF prenderá Battisti
Embaixador da Itália confia que PF prenderá Battisti
Foto: Alex Falcão/Futura Press / Ansa - Brasil
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade