PUBLICIDADE

DEM e PSL aprovam fusão e criam partido União Brasil

Com a mudança, a nova legenda adotará o número 44 nas urnas eletrônicas

6 out 2021 15h32
| atualizado às 17h00
ver comentários
Publicidade

O DEM e o PSL aprovaram, em suas respectivas convenções realizadas em Brasília nesta quarta-feira (6), a fusão entre as duas legendas para a criação de um novo partido político: o União Brasil. O DEM aprovou a questão por aclamação, enquanto que o PSL realizou votação individual, que teve aprovação por unanimidade. 

Com isso, o novo partido adotará o número 44 nas urnas eletrônicas. Agora, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) precisa avaliar e aprovar o chamado União Brasil. A medida, porém, pode demorar meses. De acordo com presidente nacional do DEM, ACM Neto, a expectativa é de que a fusão das siglas gere a formação da maior legenda do Brasil. No entanto, este processo pode levar à saída de diversos filiados de ambos os partidos.  

Presidente do Legislativo, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), em Brasília
11/02/2021 REUTERS/Adriano Machado
Presidente do Legislativo, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), em Brasília 11/02/2021 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

Apesar das baixas, o União Brasil deve contar com a maior bancada na Câmara dos Deputados, já que atualmente DEM e PSL têm 28 e 54 deputados, respectivamente, o que totalizaria 82 parlamentares. A segunda maior bancada é a do PT, com 53.

Já no Senado, o novo partido somaria oito senadores, sendo seis do DEM e dois do PSL, e se tornaria a quarta maior bancada, atrás de MDB (15 senadores), PSD e Podemos.
 
Para as duas legendas, a junção é considerada por seus membros como sendo uma questão de sobrevivência. No entanto, o maior favorecido com a iniciativa será a atual cúpula do PSL, já que assumirá as principais funções e irá liderar a maioria dos diretórios estaduais.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade