PUBLICIDADE

Vídeo: Mulher é presa por tentativa de homicídio ao atropelar 4 pessoas em salão de beleza em SP

Motorista de 32 anos foi detida após discutir por vaga e dar marcha à ré em grupo de pessoas em Taboão da Serra; defesa diz que ela foi vítima de agressão física e verbal

12 out 2023 - 14h05
(atualizado às 18h01)
Compartilhar
Exibir comentários

Uma comerciante de 32 anos foi presa por tentativa de homicídio na noite desta quarta-feira, 11, em Taboão da Serra, na região metropolitana de São Paulo, por atropelar quatro pessoas e bater em dois veículos em frente a um salão de beleza. A motorista Juliana Daniel também deverá ser responsabilizada pelos danos causados nos veículos, de acordo com os policiais.

Depois de bater em dois veículos, mulher atropelou 4 pessoas no estacionamento de um salão de beleza em Taboão da Serra (SP)
Depois de bater em dois veículos, mulher atropelou 4 pessoas no estacionamento de um salão de beleza em Taboão da Serra (SP)
Foto: Tenente Dacal / GCM / Divulgação / Estadão

A suspeita continua detida no 1º Distrito Policial (DP) da cidade. Na tarde desta quinta-feira, o Tribunal de Justiça de São Paulo confirmou que a prisão em flagrante foi convertida em preventiva após audiência de custódia. Ela vai continuar presa. As vítimas tiveram escoriações leves e foram liberadas do Hospital de Taboão, de acordo com a prefeitura local.

Imagens gravadas por câmeras de segurança mostram o momento em que a motorista atinge quatro vítimas, de 31, 32, 41 e 44 anos, no estacionamento do salão. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, o atropelamento foi proposital.

Segundo relatos de testemunhas, a motorista estacionou o seu veículo Hyundai HB20 na frente do salão. Uma das funcionárias perguntou se ela iria demorar, pois a vaga era privada para os clientes. A mulher disse que estacionaria mesmo assim e foi até outro estabelecimento. Ao retornar, ela não conseguiu sair, pois o proprietário do local havia colocado seu automóvel na frente dos outros carros. Não havia vagas disponíveis.

Mesmo sem espaço, a mulher tentou tirar seu carro e bateu em outro carro estacionado. Isso gerou uma discussão até o momento em que ela deu marcha à ré e atingiu as vítimas. Em seguida, a mulher acelera novamente o automóvel, mas dessa vez para frente, e bate em mais dois carros. Um homem que estava no local aproveitou o momento em que o veículo da motorista parou e retirou a chave do contato.

Segundo a SSP, a Polícia Civil vai analisar as imagens do vídeo para avaliar se a mulher pode ser responsabilizada pelo atropelamento de mais pessoas. O vídeo mostra que ela atingiu oito vítimas no total. O caso foi registrado como tentativa de homicídio no 1° DP de Taboão da Serra.

Defesa diz que motorista foi vítima de agressão física e verbal

A advogada Magda Machado afirmou ao Estadão que a comerciante foi vítima de agressão física e verbal. "O vídeo completo demonstra que mais de 6 pessoas iniciaram as ofensas e agressões contra a Juliana, que tentou sair do local, mas foi impedida pelos carros ali estacionados. Inclusive o do dono do estabelecimento que ficou na frente da sua passagem, ocasionando uma briga de tamanho desproporcional", diz a defensora.

A advogada afirma ainda não houve tentativa de homicídio. "Juliana é vítima, foi atacada pelas pessoas. No momento de desespero, sem intenção, o carro já com a ré engatada sem perceber, ela acreditou estar saindo do local dos fatos. Infelizmente ocorreu uma lesão corporal na modalidade culposa contra essa pessoas, que ficaram o tempo todo em cima dela", afirmou.

Veja a íntegra da nota da Secretaria de Segurança Pública:

Uma mulher, de 32 anos, foi presa em flagrante pela tentativa de homicídio de quatro pessoas ocorrida na noite desta quarta-feira (11), na rua Elizabeta Lips, em Taboão da Serra, região metropolitana de São Paulo.

Guardas civis municipais foram acionados para atender uma ocorrência de atropelamento, e no endereço indicado, em frente a um salão de beleza, tomaram conhecimento que a indiciada havia dado ré em seu veículo e atropelou as vítimas, de 31, 32, 41 e 44 anos, propositalmente. O SAMU foi acionado e duas das vítimas foram socorridas ao PS Antena, as outras duas recusaram o atendimento, mas ao chegar na delegacia, a vítima de 32 anos passou mal e foi conduzida à UPA Akira Tada.

Segundo relatos de testemunhas, a indiciada estacionou o seu Hyundai/HB20 na frente do salão, e uma das funcionárias perguntou se ela iria demorar, pois se tratava de vagas privadas para os clientes do salão, a mulher disse que estacionaria mesmo assim e foi até o outro estabelecimento. Ao retornar, ela não conseguiu sair pois o proprietário do local, como não havia vagas disponíveis, colocou seu automóvel em frente dos outros carros, o que impediu a saída.

A mulher tentou tirar seu carro mesmo assim, momento em que encostou no carro de uma das clientes do estabelecimento, que pediu para ela ter cuidado. Isso gerou uma discussão entre as duas e os funcionários do local tentaram apartar a briga, pedindo para que a indicada fosse embora. O proprietário tirou seu carro e abriu passagem para ela sair, mas ela continuou discutindo, até o momento em que deu ré e atingiu as vítimas três vezes.

A indiciada foi conduzida até a delegacia, onde foi presa em flagrante e permaneceu à disposição da Justiça. A autoridade policial realiza oitivas com as testemunhas e analisa o vídeo disponibilizado pelo salão de beleza. O caso foi registrado como tentativa de homicídio no 1° DP de Taboão da Serra.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade