0

Serra nega acordo entre empresas em licitação do Metrô de SP

9 ago 2013
10h28
atualizado às 10h32
  • separator
  • 0
  • comentários

O ex-governador de São Paulo, José Serra, negou nesta sexta-feira que tenha ocorrido um acordo entre as empresas concorrentes no processo de licitação do Metrô de São Paulo. Serra escreveu em sua página no Facebook que "a concorrência para compra de 40 trens de São Paulo, realizada em 2008, foi uma verdadeira ação anticartel, de defesa do Estado e dos usuários de transportes".

"Ganhou a CAF, uma empresa espanhola que ofereceu o menor preço. O Estado economizou cerca de R$ 200 milhões. E ganhou 40 trens novos, para transporte coletivo", disse o ex-governador. "A Siemens, empresa alemã, ofereceu preços bem mais altos. Por isso perdeu, ficando em segundo lugar. Diga-se que não recebeu nenhum tipo de compensação. Não foi subcontratada nem ganhou contratos novos. Ou seja, os fatos sugeridos nesse(s) email(s) de executivo(s) da Siemens não aconteceram."

Serra ainda afirmou que, "a fim de anular a concorrência, a Siemens entrou com vários recursos na esfera administrativa e na Justiça, mas não teve êxito". "O governo de São Paulo ganhou na instância final, do STJ. Prevaleceu, então, a concorrência realizada e os preços mais baixos."

 

 

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade