PUBLICIDADE

SC: jovem com espada mata 3 crianças e 2 mulheres em creche

Segundo informações da Polícia Militar, jovem entrou em unidade educacional e começou a golpear professores e alunos

4 mai 2021
11h56 atualizado às 14h07
0comentários
11h56 atualizado às 14h07
Publicidade

Um jovem de 18 anos identificado como Fabiano Kipper Mai matou pelo menos cinco pessoas, entre elas três crianças com idades entre seis meses e dois anos, uma professora e uma funcionária ao invadir uma creche armado com um uma adaga (espada) no município de Saudades, a aproximadamente 60km de Chapecó, no oeste de Santa Catarina.

Foto: iShoot Photography / Futura Press

Segundo o delegado da Polícia Civil, Jerônimo Marçal Ferreira, o autor do crime foi até a creche Pró-Infância Aquarela, no centro da cidade, de bicicleta, por volta das 10h. Ao entrar na creche, ele começou a atacar uma professora de 30 anos que, mesmo ferida, correu para uma sala onde estavam quatro crianças e a funcionária da escola, na tentativa de avisar do perigo.

O rapaz, então, teria atacado as crianças que estavam na sala e funcionária da escola. Duas meninas de menos de dois anos e a professora morreram no local. Outra criança e a funcionária morreram no hospital. As vítimas ainda não foram identificadas.

O suspeito também ficou ferido e está em estado grave (intubado) no Hospital de Pinhalzinho/SC, devendo ser transferido para Chapecó nas próximas horas. Há forte esquema de escolta policial para essa transferência.

Crime choca população

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), lamentou o ocorrido. 'Todas as energias das forças de segurança da região devem ser empregadas no esclarecimento desse trágico episódio', afirmou no Twitter.

Em sua página oficial, a governadora em exercício Daniela Reinehr também manifestou sua solidariedade às vítimas da tragédia e decretou luto oficial de três dias no Estado.

O time da Chapecoense também se manifestou nas redes sociais sobre o ocorrido:

Saudades, um município pacato em SC

O município de Saudades tem pouco mais de 10 mil habitantes, com índice de criminalidade quase zero.

 

Estadão
Publicidade
Publicidade