1 evento ao vivo

Portadores do Bilhete Único pagarão R$ 3 na catraca em SP

Quem carregou o cartão enquanto vigorava a tarifa de R$ 3,20 não será prejudicado, segundo a assessoria do Metrô de São Paulo

19 jun 2013
21h07
atualizado às 21h50
  • separator
  • comentários

Usuários do transporte público que carregaram o Bilhete Único enquanto vigorou a tarifa de R$ 3,20 pagarão R$ 3 na catraca a partir de segunda-feira, informou o Metrô de São Paulo na noite desta quarta-feira. A revisão das tarifas de ônibus, metrô e trens foi anunciada mais cedo pelo prefeito Fernando Haddad e o governador do Estado, Geraldo Alckmin. O preço da integração também retorna para o valor de R$ 4,65 depois de ter sido reajustado para R$ 5,00.

<p>Manifestantes comemoram redução da tarifa do transporte público durante protesto na avenida Paulista com Peixoto Gomide, em São Paulo (SP), na noite desta quarta-feira</p>
Manifestantes comemoram redução da tarifa do transporte público durante protesto na avenida Paulista com Peixoto Gomide, em São Paulo (SP), na noite desta quarta-feira
Foto: Alice Vergueiro / Futura Press

Veja a cronologia e mais detalhes sobre os protestos em SP

Depois da série de protestos que emergiu em diversas cidades do País, Alckmin e Haddad decidiram revogar o aumento. Em pronunciamento, o governador ressaltou que será preciso cortar investimentos para subsidiar o valor. "Vamos ter de cortar investimentos. As empresas não têm como arcar com essa diferença. O tesouro do Estado vai apertar o cinto. Temos como prioridade o transporte coletivo", disse.

Até o fim da tarde desta quarta-feira, Haddad ressaltava a dificuldade de revogar o aumento da passagem, lembrando que o preço de R$ 3,20 já levava em conta desonerações do governo federal. Para ele, a atitude do Executivo em ceder aos manifestantes foi um “gesto de aproximação. "Temos de explicar as consequências deste gesto para a cidade. Teremos de repensar o orçamento com essa nova realidade", afirmou.

 

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade