PUBLICIDADE

"Não merecia ser humilhado", diz algemado em moto

Vídeo do homem sendo obrigado a correr atrás de moto da PM viralizou e correu o País

6 dez 2021 07h57
| atualizado às 07h57
ver comentários
Publicidade
Homem apresenta dificuldade ao andar enquanto está algemado a moto conduzida por policial; cena tem gerado revolta nas redes sociais
Homem apresenta dificuldade ao andar enquanto está algemado a moto conduzida por policial; cena tem gerado revolta nas redes sociais
Foto: Twitter/Manuela D'Ávila / Estadão

O homem que aparece algemado em uma moto da Polícia Militar, sendo obrigado a correr atrás do veículo, se pronunciou após registros desse momento circularem pelas redes sociais, gerando grande repercussão e um debate sobre violência policial no País.

Em carta enviada à produção do Fantástico, da TV Globo, Jhonny Italo da Silva, de 18 anos, admitiu que errou, mas lamentou o tratamento que recebeu da PM de São Paulo.

"Me senti humilhado, tive medo de morrer. Cometi um erro, mas não merecia ser humilhado", escreveu.

Jhonny respondia em liberdade por tráfico de drogas e foi preso transportando maconha. Ele segue detido em um centro de detenção provisória no Estado.

A reportagem conversou ainda com a irmã de Jhonny, Larissa, que também admitiu o erro do irmão, mas reforçou que nada justifica o que ela viu nas imagens.

"Não era certo o que ele estava fazendo, mas também não foi certo o que o policial fez com ele", pontuou a irmã. "Ele estava em um momento precisando de ajuda, e não de ser julgado".

Reveja as imagens:

Polícia Militar afasta policial que algemou homem a moto:

 

Fonte: Equipe portal
Publicidade
Publicidade