PUBLICIDADE

Cidades

Indígena é suspeito de cometer estupro durante evento no RS

Mulher de 53 anos é vítima de agressão; suspeito é interrogado e liberado

2 dez 2023 - 12h40
(atualizado às 14h37)
Compartilhar
Exibir comentários

A Polícia Civil está investigando um grave caso de estupro ocorrido em Muliterno, durante a inauguração da Rua Coberta na madrugada de sexta-feira (01). O incidente veio à tona por volta das 2h30, quando populares notificaram a polícia sobre uma mulher sangrando perto de banheiros químicos.

Foto: Reprodução / Porto Alegre 24 horas

Ao chegar ao local, os oficiais encontraram a vítima, uma mulher de 53 anos, com o corpo ensanguentado e coberto de barro. Em seu relato, a mulher afirmou ter sido atacada por um homem indígena em uma área de mata próxima ao local.

Os policiais iniciaram uma busca imediata pelo suspeito no evento. Ele foi localizado com sinais físicos que correspondiam à descrição da vítima, incluindo barro nos pés e joelhos e manchas semelhantes a sangue em sua camiseta.

Devido à gravidade dos ferimentos, a vítima foi transferida para o Hospital de Clínicas em Passo Fundo, onde permanece internada. O homem suspeito do crime foi levado para interrogatório na delegacia e posteriormente liberado, enquanto as investigações continuam.

A vítima, que faz uso de medicamentos controlados e tem transtornos mentais, conhecia o suspeito de quando ambos frequentavam a APAE. A Polícia Civil de Ciriaco está encarregada de conduzir a investigação deste caso.

Porto Alegre 24 horas
Compartilhar
Publicidade
Publicidade