PUBLICIDADE

Governador anuncia abertura de 48 leitos de enfermaria no DF

Apesar da situação na capital do País, com índice de ocupação das UTIs em 90%, Ibaneis Rocha afrouxa mais uma vez as medidas de combate à doença

6 mar 2021 16h41
| atualizado às 17h40
ver comentários
Publicidade

BRASÍLIA - Diante do agravamento da pandemia de covid-19 no Distrito Federal, o governador Ibaneis Rocha (MDB) anunciou que serão abertos neste sábado, 6, mais 38 leitos de enfermaria para covid-19 no Hospital Regional da Asa Norte e mais dez no Hospital de Ceilândia. "Ontem de noite, abrimos 10 desses leitos no Hospital da Região Leste, antigo Hospital do Paranoá", disse em rede social. "Ao todo, ontem à noite e durante o dia de hoje, serão 88 leitos de enfermaria que vão ajudar na recuperação de pacientes com alta das UTIs", afirmou.

Segundo Ibaneis, o governo também abriu ontem mais 14 leitos de UTI para pacientes da doença. "Vamos continuar este trabalho, mas é importante que cada um se preserve, evitando aglomerações", disse.

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha
O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha
Foto: José Cruz/Agência Brasil / Estadão

Apesar disso e da situação na capital do País, com índice de ocupação das UTIs em 90%, Ibaneis afrouxou nesta sexta-feira, 5, mais uma vez as medidas de combate à doença que ele havia determinado no fim de fevereiro. Em novo decreto, publicado na tarde de sexta, o governador liberou a reabertura de academias de esporte de todas as modalidades a partir da segunda-feira, 8. O governo também vai permitir aulas presenciais em todas as creches, escolas, universidades e faculdades da rede privada.

Neste sábado, ao falar sobre a abertura de leitos para pacientes com covid, Ibaneis citou que o DF tem atualmente uma das maiores taxas de contágio do Brasil. "Isso mostra que o vírus está circulando muito entre nós, o que praticamente nos obriga a evitar aglomerações, além do uso da máscara e do álcool em gel. Cada um precisa fazer sua parte para deter esse avanço", disse.

Segundo dados da Secretaria de Saúde (SES-DF), o Distrito Federal confirmou mais 15 mortes e 1,5 mil novos casos de covid-19 nesta sexta-feira. O total de vítimas chegou a 4.933. Já os infectados somam 303.685.

Estadão
Publicidade
Publicidade