PUBLICIDADE

Família encontrada morta no interior de SP foi alvo de emboscada, diz presidiário à polícia

A Polícia Civil de Olímpia e a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Votuporanga ainda vão confirmar a versão da testemunha

3 jan 2024 - 20h55
(atualizado às 21h55)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Três membros de uma família foram encontrados mortos em uma área rural de Votuporanga (SP) com marcas de tiros, provavelmente vítimas de emboscada quando seguiam para uma entrega de drogas.
Vítimas são Mirele Tofalete, de 32 anos, Anderson Marinho, de 35, e a filha do casal, Isabelly, de 15 anos
Vítimas são Mirele Tofalete, de 32 anos, Anderson Marinho, de 35, e a filha do casal, Isabelly, de 15 anos
Foto: Reprodução

A família que foi encontrada morta em um canavial na cidade de Votuporanga, no interior de São Paulo, na segunda-feira, 1º, foi alvo de uma emboscada, segundo afirmou uma testemunha à Polícia Civil de Olímpia. Anderson Givago Marinho, de 35 anos, Mirele Regina Beraldo Tofalete, de 32, e a filha do casal, Isabelly Tofalete Marinho, de 15, foram achados com marcas de tiros de pistola.

Segundo o delegado de Olímpia, que conversou com a TV TEM, afiliada da TV Globo, a testemunha é um presidiário que estava em 'saidinha' por causa das festas de final de ano. De acordo com seu depoimento, Marinho teria saído de Olímpia para a cidade de Votuporanga para fazer uma entrega de drogas, que acabou sendo uma emboscada.

A polícia ainda vai confirmar essa versão. Caso seja verdadeira, será preciso esclarecer por que Anderson teria levado a esposa e a filha para a entrega. Outro ponto que precisaria ser definido seria o motivo para terem feito a emboscada.

Marinho tinha passagens pela polícia por tráfico de drogas e já havia sido condenado pelo mesmo crime.

Em nota enviada ao Terra, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) informou que "os laudos solicitados ao Instituto de Criminalística (IC) e ao Instituto Médico Legal (IML) estão em andamento e, assim que finalizados, serão analisados pela autoridade policial". Além disso, mais detalhes sobre a ocorrência devem ser preservados, afirmou a pasta.

Relembre o caso

Três pessoas da mesma família foram encontradas mortas em uma área rural de Votuporanga, no interior de São Paulo, na tarde da segunda-feira. Pai, mãe e filha estavam desaparecidos desde o dia 28, quando saíram para comemorar o aniversário de um deles.

Eles teriam desaparecido quando seguiam de Olímpia, cidade onde moravam, para São José do Rio Preto, onde celebrariam o aniversário de Mirele. 

A SSP-SP informou ao Terra que a família foi encontrada em uma estrada de terra da Rodovia Adriano Pedro Assi. O corpo do homem estava a 15 metros do veículo e apresentava marcas de tiros. Já os corpos da mulher e da filha estavam dentro do carro e também tinham marcas de disparos de arma de fogo. 

A perícia esteve no local e identificou diversas munições intactas e cartuchos deflagrados nas imediações. A Polícia Civil registrou o caso como homicídio e está realizando diligências para resolver o caso. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade