PUBLICIDADE

Após dia chuvoso, Cantareira sobe e atinge 16%

Apesar da série de altas, o sistema ainda enfrenta grave crise hídrica

20 mar 2015 11h00
ver comentários
Publicidade
Cantareira evoluiu, mas ainda utiliza a primeira cota da reserva técnica
Cantareira evoluiu, mas ainda utiliza a primeira cota da reserva técnica
Foto: Nilton Cardin / Futura Press

A forte chuva que atingiu São Paulo na quinta-feira também chegou à região do Sistema Cantareira, que abastece cerca de 6,2 milhões de pessoas. De acordo com dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), os reservatórios do sistema atingiram 16% de sua capacidade, incluindo a primeira reserva técnica. Sem contar a primeira cota do volume morto, o sistema está com 12,4% de sua capacidade.

Na quinta-feira, foram registrados 6,4 milímetros de chuva no sistema, elevando a pluviometria acumulado no mês para 169,8 milímetros. A média história de março é de 178 milímetros.

Quase todos os outros mananciais do Estado apresentaram alta, com exceção do sistema Rio Grande – que não enfrenta crise. O sistema Alto Tietê subiu de 22,2% para 22,4%, enquanto o Guarapiranga passou de 78,2% para 79,5%.O Alto Cotia foi de 57,5% para 60,1%, e o Rio Claro avançou de 40,7% para 41%. Em contrapartida, o sistema Rio Grande recuou de 98% para 97,8%.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade