PUBLICIDADE

Bolsonaro reafirma que não haverá racionamento de energia

"Não acreditamos em racionamento, mas sempre peço à população, dá para apagar um ponto de luz agora aí na sua casa", disse o presidente

30 set 2021 14h54
| atualizado às 15h46
ver comentários
Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro reafirmou nesta quinta-feira que não acredita que será preciso em um racionamento de energia no país, mas pediu para que a população adote medidas de economia.

"Não acreditamos em racionamento, mas sempre peço à população, dá para apagar um ponto de luz agora aí na sua casa, ajudem-nos", disse ele, em entrevista à CNN Brasil. O presidente afirmou que o país foi obrigado a decretar uma bandeira acima da vermelha e que isso não é "maldade do governo".

12/07/2021
REUTERS/Adriano Machado
12/07/2021 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

O Brasil enfrenta a maior crise hídrica dos últimos 90 anos, e a seca afeta diretamente o fornecimento de energia, com diversas usinas hidrelétricas operando muito abaixo do ideal. O governo federal passou a tomar diversas medidas para minimizar o risco de apagão, com a religação de usinas termelétricas, que produzem energia mais cara.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade