1 evento ao vivo

Atividade física e alimentação x imunidade em tempos de pandemia

17 jun 2020
17h33
atualizado em 22/6/2020 às 17h12
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Novos tempos chegaram. Estávamos acostumados a nos exercitar diariamente, manter uma alimentação saudável, até para ajudar na performance, e de uma hora para outra tudo mudou. Em tempos de pandemia, onde o normal virou anormal, aprendemos a ficar mais em casa, ter distanciamento social e perder o foco principalmente com o corpo.

Temos visto todos os dias nos noticiários que pacientes "inflamados" acabam por evoluir pior na infecção pelo Coronavírus. E o que isto tem a ver com o sedentarismo, com a alimentação balanceada e com a saúde mental?

                                                       

Foto: JayPRO

Primeiro temos que entender que durante o último século, o homem tornou-se menos ativo fisicamente,adotando hábitos cada vez mais sedentários. Isto promoveu aumento na incidência de doenças crônicas tais como doenças cardiovasculares, diabetes do tipo 2 e síndrome metabólica. A prática de atividade física pode influenciar o estado de higidez alterando estados metabólicos e também o sistema imunológico.

A literatura disponível mostra que durante a prática de exercício, várias subpopulações de leucócitos são alteradas de acordo com a intensidade e duração da atividade desempenhada. Exercícios de intensidade moderada estimulam uma resposta pró-inflamatória, enquanto aqueles de alta intensidade tendem a promover respostas anti-inflamatórias visando diminuir os danos na musculatura esquelética.

A alimentação nos permite ingerir substrato para a imunidade como proteínas, porém pode ser maléfica quando é desbalanceada, aumentando ainda mais o estado inflamatório no corpo do paciente e piorando ou contribuindo para o aparecimento de doenças crônicas como diabetes, hipertensão arterial, dislipidemias, etc.

Lógico que a partir do momento que o paciente está com sintomatologia do COVID-19 ou qualquer outra doença, a prática de atividade física deverá ser suspensa, para evitar uma piora no estado imune do mesmo. Precisamos ter foco nas atividades físicas e na alimentação e cuidar do nosso corpo como nosso maior bem, nosso templo.

                                                             

Foto: JayPRO

Texto feito por Dr Thiago Melo, cirurgião vascular e triatleta.
Instagram @drthiagomelo

 

Veja também:

'Passei a odiar meus pais': o relato de um homem submetido a tratamento de 'cura gay'
JayPRO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa JayPRO e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade