PUBLICIDADE

Web aponta gordofobia em fala de Rodriguinho sobre Michel no BBB 24; assista

Em conversa com Pitel e Wanessa, músico disse que professor é ‘o gordinho que a gente dá um tapa’; não houve declaração dos perfis oficiais

26 fev 2024 - 14h02
Compartilhar
Exibir comentários

Um trecho da conversa entre Rodriguinho, Wanessa e Giovanna Pitel tem gerado discussão nas redes sociais, com o músico sendo acusado de gordofobia.

No vídeo, compartilhado nesta manhã de segunda-feira, 26, no perfil oficial do Big Brother Brasil no X, antigo Twitter, os brothers falam sobre Michel. Wanessa fala sobre ter sentido o professor acuado e que “não gosta de ver ninguém” assim. É então que Rodriguinho comenta:

Comentários em postagem com vídeo de Rodriguinho chamando Michel de 'gordinho'
Comentários em postagem com vídeo de Rodriguinho chamando Michel de 'gordinho'
Foto: Reprodução de redes sociais via X

“Coitado do Michel, o Michel é tipo o gordinho que a gente dá um tapa para tomar a lancheira da escola”, diz.

A câmera corta rapidamente para Giovanna Pitel, que reprova a fala do amigo. “Que horror”, diz. Mas o músico reforça a sua opinião. “Mas é verdade. É o menino do bullying da escola. É a metáfora”, diz.

Rodriguinho faz comentário sobre Michel e web o acusa de gordofobia
Rodriguinho faz comentário sobre Michel e web o acusa de gordofobia
Foto: Paulo Belote/ Globo/ Divulgação

Nos comentários da postagem, usuários reagiram à declaração de Rodriguinho. “Não, mas quem fez gordofobia foi o Davi...”, disse um. “Rodriguinho = metáfora, brincadeirinha. Davi = gordofobia, bullying, chama a produção”, escreveu outro. “Um artista preconceituoso, arrogante que se acha superior somente por causa da fama. Não pensem que é diferente aqui fora - resta saber se sustenta o posicionamento após a eliminação”, disse.

Até o momento de publicação desta matéria os perfis oficiais de Rodriguinho e Michel nas redes sociais ainda não emitiram nenhum comentário sobre o assunto. O Estadão entrou em contato com ambas as assessorias, mas segue sem resposta. O espaço segue aberto.

Estadão
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade