PUBLICIDADE

Personal trainer é preso após ser filmado agredindo ex-namorada em GO

Douglas Ferreira aparece nas filmagens dando socos e apertando o rosto de Raíssa Brandão na academia em que os dois trabalham

11 abr 2023 - 14h17
Compartilhar
Exibir comentários
Raíssa foi agredida pelo ex-namorado na academia em que os dois trabalham
Raíssa foi agredida pelo ex-namorado na academia em que os dois trabalham
Foto: Reprodução/Globoplay/redes sociais

O personal trainer Douglas Ferreira foi preso após ser gravado agredindo a ex-namorada, Raíssa Brandão, também personal trainer, em uma academia de Goiânia. Câmeras de segurança do lugar filmaram Douglas dando socos e apertando o rosto de Raíssa. As agressões ocorreram no dia 31 de março, na academia em que os dois trabalhavam. Douglas foi preso na última segunda-feira, 10. Ele já tinha passagens por crimes de violência doméstica e familiar.

Na gravação, é possível ver Raíssa agachada após ser agredida e depois Douglas também se abaixando e apertando os olhos da vítima. Depois de saírem do corredor, o personal trainer bate no rosto da mulher.

Ao g1, Raíssa Brandão disse: “A impressão foi que o mundo parou, a impressão que eu tive foi que a academia ficou em silêncio, parou e eu não consegui pensar em nada. Eu fiquei com medo dele ser mais agressivo, pensei que o próximo soco ia ser mais forte, por isso eu agachei para sair do campo de visão dele”.

Dois dias antes da agressão, Douglas viu que o contato do ex namorado de Raíssa não estava bloqueado e os dois discutiram. “Não tinha conversa, nem nada, só não estava bloqueado. No dia 30 tentei terminar com ele porque era insustentável a relação, mas na sexta-feira ele me fechou na minha aula na frente, na minha aluna e disse: ‘Eu tenho um problema com você e vou resolver hoje”, contou ela.

A aluna ficou incomodada com a atitude do personal e disse para Raíssa conversar com ele. As agressões começaram após eles saírem para o corredor. “Ele perguntou porque meu ex não estava bloqueado. Eu disse que antes da gente namorar ele buscou um óculos na minha casa. Na hora que eu falei, ele deu o primeiro murro no peito”, disse Raíssa.

Após saírem do corredor, Douglas socou a testa de Raíssa e disse: “Não me procure nunca mais, nós dois acabamos”. De acordo com a mulher, o personal trainer quebrou o carro dela e depois foi até a casa dela para convencê-la a não denunciar o ocorrido à polícia.

“Ele foi conversar com a minha mãe pedindo para não registrar, mas eu registrei, ele disse pra minha mãe que só me empurrou, mas eu contei pra ela que ele tinha me batido”, disse Raíssa.

Nas redes sociais, Raíssa contou que registrou o boletim de ocorrência e incentivou outras mulheres a saírem de relacionamentos abusivos. "Eu acreditava que todo aquele controle na verdade era cuidado. Já havia tido outros sinais dentro do próprio relacionamento, mas acreditava na mudança. Até o dia em que fui agredida dentro do meu local de trabalho e tive meu carro danificado", escreveu ela.

Raíssa recebeu apoio da academia em que trabalha e foi acompanhada até o carro por um personal, para ter certeza que Douglas não a estava esperando.

Fonte: Redação Nós
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade