PUBLICIDADE
Patrocínio Logo do patrocinador

Jean Wyllys joga cerveja em pré-candidata a vereadora após abordagem na Parada LGBT+

O desentendimento ocorreu no último domingo, 2, em São Paulo. A defesa de Wyllys não comentou o episódio

5 jun 2024 - 17h12
(atualizado às 17h54)
Compartilhar
Exibir comentários

O ex-deputado federal Jean Wyllys (Psol-RJ) jogou cerveja na pré-candidata ao cargo de vereadora de São Paulo e coordenadora nacional do Movimento Brasil Livre (MBL), Amanda Vettorazzo (União-SP) durante a Parada do Orgulho LGBT+, no domingo, 2, na capital paulista.

O desentendimento ocorreu após Vettorazzo abordar Wyllys questionando o que ele acha da homofobia, que responde achar um horror. Em seguida, a pré-candidata diz "por que você fez então apologia ao Che Guevara que era homofóbico?". Nesse momento, Wyllys se irrita, fala que o líder da revolução Cubana não era homofóbico e chama Vettorazzo de burra.

Ex-deputado Jean Wyllys se envolveu em discussão durante parada em São Paulo
Ex-deputado Jean Wyllys se envolveu em discussão durante parada em São Paulo
Foto: Dida Sampaio/Estadão / Estadão

"Você é burra e precisa estudar história", afirma Wyllys que vira de costas e sai andando na tentativa de se afastar da conversa, enquanto a candidata o segue e continua tentando falar com ele. Nesse momento, ele vira uma garrafa de cerveja sob o ombro, jogando parte da bebida em Vettorazzo.

A cena foi gravada desde o começo pela pré-candidata, que postou o vídeo no seu perfil do Instagram e adicnionou o deputado e pré-candidato à prefeitura de São Paulo Kim Kataguiri (União-SP) como colaborador.

O episódio que Vettorazzo se refere foi uma entrevista antiga em que Wyllys diz que Che Guevara era homofóbico, mas "era um homem de seu tempo".

Procurada pelo Estadão, a defesa de Jean Wyllys optou por não comentar o episódio. O espaço segue aberto.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade