PUBLICIDADE

Justiça nega recursos contra liberdade provisória de Daniel Alves

Os pedidos haviam sido feitos pelo Ministério Público e pelos representantes da vítima

10 abr 2024 - 17h20
(atualizado às 17h23)
Compartilhar
Exibir comentários

A Justiça de Barcelona negou nesta quarta-feira (10) os pedidos contra a decisão que concedeu liberdade provisória a Daniel Alves. Os recursos haviam sido impetrados pelo Ministério Público e pelos representantes da vítima no caso de agressão sexual pelo qual o ex-jogador foi condenado a quatro anos e meio de prisão. A informação é do "ge".

Foto: Lance!

O tribunal explicou a decisão em nota:

- Todas as circunstâncias já foram objeto de análise na resolução, como também seus vínculos familiares, sem que tenha ocorrido nenhum elemento novo que leve à reconsideração. Não é o momento de avaliar, como refere o recurso do Ministério Público, as diferentes declarações do processado, pois isso foi objeto de exame na sentença.

Daniel Alves cumpriu prisão preventiva por 14 meses, e no dia 20 de março a Justiça permitiu que ele deixasse a prisão enquanto aguarda o julgamento dos recursos contra sua condenação. O ex-jogador precisou pagar fiança de 1 milhão de euros (R$ 5,4 milhões), além de cumprir outras exigências. O brasileiro deixou a prisão no dia 25 de março.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade