PUBLICIDADE

Bonecas indígenas representam garra de povos originários

Produzidas de forma artesanal, as bonecas foram criadas por uma indígena nativa com o objetivo de valorizar a cultura

8 jun 2022 - 15h47
(atualizado em 9/6/2022 às 05h00)
Ver comentários
Publicidade
Cada modelo de boneca tem um nome indígena Tikuna
Cada modelo de boneca tem um nome indígena Tikuna
Foto: Arquivo pessoal

Foi lutando por mais representatividade que as bonecas indígenas foram criadas pela artista amazonense We’e’ena  Tikuna, de 33 anos, nascida na Terra Indígena Tukuna Umariuçu no Amazonas, Alto Rio Solimões.

As bonecas surgiram a partir da coleção de looks da grife criada por We’e’ena e representam a força e a garra dos povos indígenas. “Ao criar a coleção de bonecas, vi a oportunidade de os pais poderem educar seus filhos, conectando-os à cultura indígena”, disse a artista.

We’e’ena nos contou que durante uma palestra que fez em uma escola privada, as crianças choraram ao vê-la com os acessórios indígenas, repetindo frases do tipo: “índio mata” e “índio é mau”. Segundo a artista, o acontecimento despertou nela o desejo de explicar às crianças um pouco mais sobre sua cultura.

Ela acredita que, por meio das brincadeiras com as bonecas, as crianças podem aprender mais sobre a história do Brasil e sobre a importância do respeito aos povos originários. As bonecas são produzidas manualmente, com tecido 100% algodão.

Referência no ativismo

A artista tem uma trajetória marcada pelo ativismo e é referência para muitos indígenas em todo Brasil. É idealizadora da primeira grife de moda indígena contemporânea, artista plástica e nutricionista por formação, além de ser também cantora.

“O povo Tikuna é um povo artístico. Todos nós cantamos na minha família, na hora do plantio, na chuva, na colheita... A cantoria é algo muito espiritual, que nos faz bem”, disse.

We’e’ena também revelou que tem muitos planos para o futuro. Ela afirmou que a sua grife estará presente no Eco Fashion Week de 2022. “Quero que a nossa arte seja transmitida para o mundo de forma positiva, educativa, quero ensinar os valores do meu povo”, completou.

Fonte: Redação Nós
Publicidade
Publicidade