PUBLICIDADE

Neta, nova marca chinesa, terá rival do BYD Dolphin e fábrica

Montadora chinesa com foco em tecnologia, anuncia três lançamentos no Brasil este ano e nova fábrica até 2026

28 mai 2024 - 12h14
(atualizado às 12h37)
Compartilhar
Exibir comentários
Novo Hozon Neta GT
Novo Hozon Neta GT
Foto: Sergio Quintanilha/Guia do Carro

A montadora chinesa Neta fez sua estreia oficial no Brasil nesta terça-feira, 28, em São Paulo. Na ocasião, os executivos anunciaram um ambicioso plano para o mercado brasileiro, começando com três carros importados este ano e uma nova fábrica até 2026. As vendas devem ter início a partir do segundo semestre deste ano, com o cupê elétrico Neta GT.

A Neta é uma marca de carros elétricos e híbridos plug-in da empresa de tecnologia automotiva Hozon, criada em 2014. Ela já vendeu mais de 400 mil carros na China e está expandindo suas operações para várias partes do mundo. O primeiro modelo da história da marca foi o SUV compacto elétrico Neta N01, que foi lançado em 2018.

Os planos da Neta para o mercado brasileiro foram apresentados pelo chinês Wilson Sun (nome ocidental do diretor de operações internacionais) e por Henrique Sampaio, diretor de marketing e produto (ex-Caoa Chery).

Na ocasião, a Neta revelou duas unidades do cupê elétrico Neta GT, que deve ser vendido na faixa de R$ 450mil a 500 mil. Mas a grande ousadia será a chegada do Neta V, que será rival direto do BYD Dolphin, na faixa de R$ 160 mil a 170 mil. Este carro é o mais cotado para ser produzido no Brasil.

Hozon Neta V será rival do BYD Dolphin no Brasil
Hozon Neta V será rival do BYD Dolphin no Brasil
Foto: Neta/Divulgação

O terceiro modelo será o Neta U, um SUV compacto que será vendido na faixa de R$ 250 mil a 270 mil, para rivalizar com o BYD Yuan Plus. Os carros da Neta têm alcance superior a 500 km em muitos casos, devido à bateria de alta capacidade e tecnologia moderna.

Hozon Neta U também será vendido no Brasil
Hozon Neta U também será vendido no Brasil
Foto: Neta/Divulgação

Futuramente, a Neta também venderá no Brasil um carro híbrido, porém o motor a combustão é usado apenas para carregar a bateria. Segundo Henrtique Sampaio, a Neta está procurando um local para instalar sua fábrica no Brasil. A previsão é iniciar em 2026 ou 2027 ainda em regime CKD, mas poderá ser antes, caso a Neta consiga comprar uma fábrica já montada.

Guia do Carro
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade