PUBLICIDADE

Microsoft limita extensão de assinatura de Xbox Game Pass no Brasil

Medida chega para dissuadir os jogadores de acumularem mensalidades pagando preços muito baixos

11 abr 2024 - 09h47
(atualizado às 16h59)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
A Microsoft decidiu limitar a extensão de assinatura do Xbox Game Pass em alguns países, incluindo o Brasil, diminuindo a quantidade de mensalidades que os jogadores podem acumular para um máximo de 13 meses.
Número de mensalidades de Xbox Game Pass que podem ser acumuladas foi drasticamente reduzido
Número de mensalidades de Xbox Game Pass que podem ser acumuladas foi drasticamente reduzido
Foto: Reprodução / Xbox

A Microsoft decidiu limitar a extensão de assinatura do Xbox Game Pass em alguns países, incluindo o Brasil, diminuindo a quantidade de mensalidades que os jogadores podem acumular.

Ao usar códigos digitais ou cartões de presente, as assinaturas de Game Pass podem ser extendidas até um máximo de 36 meses, garantindo que os jogadores estejam cobertos pelo serviço sem que precisem ficar pagando todo mês.

Contudo, conforme mostrado na página de assinatura e cobrança do Xbox, agora nos países Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Cingapura, Taiwan e Turquia, esse limite passou a ser de 13 meses.

A mudança é válida para o Game Pass Core, Game Pass para Console e Game Pass para PC. O Game Pass Ultimate não foi afetado e continua com o limite de 36 meses para todos os países.

Aparentemente a medida foi tomada devido ao preço reduzido que o Game Pass custa em dólares nos países onde ocorreu a alteração e supostamente haver muitos jogadores acumulando assinaturas nestas regiões. Enquanto o Game Pass Core sai por US$ 9,99/mês nos Estados Unidos, ele custa, por exemplo, US$ 6,91 no Brasil e US$ 4,97 na Argentina. 

Com isso, a Microsoft provavelmente espera dissuadir os jogadores de acumularem mensalidades de seu serviço nos locais onde a nova regra entrou em vigor.

Fonte: Game On
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade