PUBLICIDADE

Desenvolvedor de Mad Max rebate comentário de George Miller sobre o jogo

“Isso é um completo absurdo e apenas mostra total arrogância”

27 mai 2024 - 11h30
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
George Miller, diretor de Mad Max, desagradou um dos responsáveis pelo jogo de 2015 baseado na franquia ao dizer que o título “não foi tão bom quanto eu queria”.
Mad Max foi lançado em 2015 para PC, PlayStation 4 e Xbox One
Mad Max foi lançado em 2015 para PC, PlayStation 4 e Xbox One
Foto: Reprodução / Warner Bros. Games

Após o diretor de Mad Max, George Miller, comentar que gostaria de ver Hideo Kojima fazendo um jogo da franquia Mad Max, dizendo que o jogo de 2015 “não foi tão bom quanto eu queria”, o fundador da Avalanche Software e criador da franquia Just Cause, Christofer Sundberg, um dos responsáveis pelo jogo em questão, mostrou sua indignação nas redes sociais.

Sundberg classificou a declaração de Miller como “um completo absurdo” que mostra sua “total arrogância”.

“Eles fizeram tudo o que puderam para fazer um jogo linear completo depois de fecharem acordo com uma desenvolvedora de jogos de mundo aberto”, escreveu Sundberg (via Eurogamer). “Tenho certeza de que Hideo Kojima faria um jogo Mad Max incrível, mas seria uma experiência completamente diferente".

Michael Douse, da Larian Studios, também comentou a respeito disso, afirmando que os desenvolvedores não tiveram acesso aos materiais do filme de 2015, o que dificultou “capturar o espírito” do longa, chamando a situação de algo "pequeno" que talvez nem mesmo Miller tenha conhecimento.

Mad Max foi lançado pela Warner Bros. Games e Avalanche Software em 2015 para PC, PlayStation 4 e Xbox One, mesmo ano do filme Mad Max: Estrada da Fúria. Era um jogo de ação e aventura em terceira pessoa e mundo aberto inspirado na franquia, mas que não tinha relação direta com nenhum filme dela. 

Fonte: Game On
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade