PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

CEO da Pocketpair acusa estúdios chineses de plagiarem Palworld

Após acusações de que Palworld seria um clone de Pokémon

17 abr 2024 - 11h05
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
O CEO da Pocketpair publicou nas redes sociais uma foto de Auroria, alegando ser um clone de Palworld sendo feito pela Tencent. Ele também disse que outras empresas chinesas estão criando cópias de Palworld.
Estaria Auroria plagiando Palworld ou foi apenas uma coincidência os jogos serem similares?
Estaria Auroria plagiando Palworld ou foi apenas uma coincidência os jogos serem similares?
Foto: Reprodução / Tianjin Wumai Technology

Takuro Mizobe, CEO e chefe da Pocketpair, publicou nas redes sociais uma foto de um jogo para dispositivos móveis e PC chamado Auroria, com a declaração (traduzida pela página Automaton, via IGN) de que se trata de um clone de Palworld que está sendo feito pela Tencent.

“A Tencent já está fazendo um clone de Palworld! Na China, muitas empresas estão desenvolvendo simultaneamente clones mobile de Palworld, e os orçamentos estão na faixa de 10 bilhões de ienes, 10 vezes maiores que o do Palworld... No próximo ano, poderemos ver muitos jogos de coleção de criaturas com o mesmo nível de Genshin Impact... Estes são tempos incríveis”.

No caso de Auroria, ele tem uma página no Steam e vem sendo desenvolvido pelo estúdio Tianjin Umai Technology, sendo um jogo sandbox cooperativo, multiplayer e de mundo aberto no qual você cria uma base, sobrevive com seus aliados e começa sua própria viagem interestelar “de forma descontraída e divertida”.

As imagens, trailers e a descrição do jogo sugerem que realmente parece ser uma espécie de Palworld no espaço sideral. Segundo a Automaton, Auroria está sendo distribuído pela HK Hero Entertainment e a Tencent. Além dele, o jogo Once Human, da NetEase Games, também foi comparado com Palworld.

O curioso nisso é que a própria Pocketpair foi acusada de plagiar Pokémon, com Palworld sendo chamado de “Pokémon com armas” por alguns jogadores. A situação fez até mesmo com que a Nintendo e a The Pokémon Company investigassem por conta própria para ver se o jogo copiou designs ou materiais de Pokémon.

Dito isso, Palworld foi um verdadeiro fenômeno no início de 2024, ultrapassando a marca de 25 milhões de jogadores, com 15 milhões de cópias vendidas no Steam e 10 milhões de jogadores no Xbox.

Fonte: Game On
Compartilhar
Publicidade
Publicidade