PUBLICIDADE

Os times brasileiros do Major de CS:GO

O que esperar dos participantes do Brasil no torneio mais badalado da modalidade

25 out 2021 15h15
ver comentários
Publicidade
Foto: PGL / Reprodução

O PGL Major Stockholm 2021 marca o retorno de um campeonato Major de Counter-Strike: Global Offensive, o torneio mais badalado da modalidade, após dois anos de isolamento social provocado pela pandemia de Covid-19.

Só isso já seria o bastante para atrair a atenção da comunidade que acompanha as competições do jogo de tiro da Valve, mas para os fãs brasileiros, há algo a mais: esta é a edição com o maior número de equipes e jogadores brasileiros presentes.

Confira a seguir o que podemos esperar de cada um dos times brasileiros no campeonato que começa amanhã, dia 26 de outubro.

FURIA

Foto: Twitter / Reprodução

A FURIA é o time brasileiro que chega mais inteiro para a disputa do PGL Major, sendo a 19° colocada no ranking mundial de CS:GO da HLTV. Além disso, a equipe está com um núcleo de quatro jogadores que defendem as cores da organização desde 2019. Contudo, no inicio do ano a FURIA sofreu um baque forte ao perder Henrique "HEN1" Teles, e passou 2021 tentando encontrar o substituto para o AWPer, que havia sido o 16° melhor jogador de CS:GO do mundo em 2020.

Com a recente adição de André "drop" Abreu, que será inclusive o brasileiro mais jovem a jogar um Major, a equipe parece ter encontrado um bom ritmo e pode surpreender. A FURIA se classificou com status "Legends", o que significou uma vaga direto na fase de grupos do PGL Major Stockholm.

Jogadores:

  • Yuri "yuurih" Gomes
  • Andrei "arT" Piovezan
  • Vinícius "VINI" Figueiredo 
  • Kaike "KSCERATO" Cerato
  • drop
  • Nicholas "guerri" Nogueira (Coach)

GODSENT

Foto: GODSENT / Reprodução

A GODSENT teve um primeiro semestre irregular, uma vez que fazia pouco tempo que a equipe jogava junto. Com uma ajuda da Valve e sua organização confusa de torneios classificatórios para o Major, a GODSENT conseguiu a sua vaga na Suécia no apagar das luzes. Por conseguir uma classificação com status "Contender", a equipe brasileira tem um caminho maior do que a FURIA, por exemplo, e já começa sua jornada nesta terça-feira (26), enfrentando a dura equipe europeia da ENCE, ás 6h15.

Entretanto, a equipe conta com uma mistura que pode dar certo e acabar surpreendendo no campeonato. Isso porque a GODSENT chega capitaneada pelo bicampeão de major Epitácio "TACO" de Melo, com o experiente e calejado João "felps" Vasconcellos e três jovens promessas brasileiras ao seu lado.

Jogadores:

  • TACO
  • felps
  • Bruno "latto" Rebelatto
  • Bruno "b4rtiN" Câmara
  • Eduardo "dumau" Wolkmer
  • Olavo "cky" Napoleão (Coach)

paiN

Foto: Twitter / Reprodução

Uma das surpresas da torcida brasileira, a paiN se transferiu para a região norte-americana de CS:GO para competir com times maiores e foi bem sucedida no projeto. Isso porque a equipe mostrou o que é "comer pelas beiradas" e conseguiu beliscar uma vaga como "Challengers", deixando para trás equipes brasileiras mais badaladas, como a 00Nation.

Verdade seja dita, somente a classificação da paiN já é uma tarefa cumprida, uma vez que o investimento da equipe em uma line competitiva de CS:GO é recente. Sendo assim, uma eliminação precoce não deve ser tratada como fracasso de forma alguma. Vale ressaltar que a equipe ainda possui o AWPer Rafael "saffee" Costa em grande fase e ele pode ser o grande diferencial já amanhã, ás 6h15, contra a fortíssima equipe russa Virtus.Pro. 

Jogadores:

  • Vinícios "PKL" Coelho
  • Rodrigo "biguzera" Bittencourt
  • Wesley "hardzao" Lopes
  • Gabriel "NEKIZ" Schenato
  • saffee
  • Bruno "bruno" Ono (Coach)

Sharks

Foto: Sharks / Divulgação

A Sharks escreveu uma belíssima história de superação para carimbar a sua presença no PGL Major Stockholm. Isso porque a equipe sofreu dois baques fortes no espaço de dois anos, perdendo dois jogadores destaques. Em dezembro de 2020, a Sharks viu Leonardo "leo_drk" Oliveira, um dos destaques do time, dar adeus para se juntar ao que hoje se tornou a 00Nation. Além disso, no inicio de 2021 a Sharks ainda sofreu a perda do talentoso Raphael "exit" Lacerda para a rival MIBR.

Ainda assim, a equipe conseguiu superar as duas saídas, montar um time competitivo e roubar a única vaga do cenário sul-americano para o PGL Major. O mais curioso foi que quem perdeu nessa história para a Sharks foi a MIBR, de exit. A Sharks chega como "Contender" e também já estreia amanhã contra a MOUZ, uma forte equipe da Europa. A Sharks, assim como a paiN, chega sem responsabilidades e o que vier será lucro.

Jogadores:

  • Jonathan "jnt" Silva
  • Filipe "pancc" Martins
  • Lucas "Lucaozy" Neves
  • Antonio "realziN" Oliveira
  • Romeu "zevy" Rocco
  • Hélder "coachi" Sancho (Coach)

Com início às 5h da manhã nesta terça-feira, o PGL Major Stockholm, que acontece de forma presencial na Suécia, poderá ser acompanhado no Brasil nas transmissões de Gaules na Twitch. O torneio contará com uma premiação total de US$ 2 milhões, cerca de R$ 10,7 milhões na cotação atual.

Fonte: Game On
Publicidade
Publicidade