PUBLICIDADE

Confira análise de "Need For Speed SHIFT 2: Unleashed"

26 mai 2011 15h15
| atualizado em 10/4/2013 às 16h10
Publicidade

A franquia da EA Sports vem forte mostrando sua potência como um simulador de corridas rico em detalhes. Mas será que isto é o suficiente para agradar tanto o público casual quanto os mais sedentos pela sensação mais próxima o possível de acelerar pelas pistas?! Acompanhe na análise abaixo.

"Need for Speed SHIFT 2: Unleashed" possui impressionante riqueza de detalhes
"Need for Speed SHIFT 2: Unleashed" possui impressionante riqueza de detalhes
Foto: Divulgação

» Veja imagens do jogo
» Jogue games online

Ponto Positivos

Logo na introdução de Need for Speed: SHIFT 2 Unleashed é possível notar o foco da franquia da EA para o lado mais humano dos pilotos de corrida, uma tentativa de maior identificação com a simulação da carreira de piloto em si.

Nesta franquia, o jogador terá como parceiro e/ou conselheiro o piloto profissional Vaughn Gittin Jr, que dá dicas de cada pista e de novas modalidades de corrida para o jogador via rádio ou com um vídeo do mesmo.

O jogador será apresentado ao mundo das corridas logo de cara, assim, conforme tem seu primeiro contato com as pistas, ao final da prova poderá ajustar as configurações de jogabilidade, ou seja, para os não muito acostumados com os simuladores de corrida, ele terá a oportunidade de ativar/desativar ajudas como frenagem automática dos carros, assistência de controle de velocidade e percurso. Além de poder alterar a dificuldade dos adversários e danos visuais ou mais realistas aos veículos. O mesmo cabe aos fãs de uma jogabilidade mais próxima da simulação em si, que poderão alterar as configurações para uma experiência de jogo mais realista.

Falando em realismo, o esforço da franquia para se assemelhar com a realidade é notável, os detalhes são ricos nesta franquia, como os reflexos das diferentes luzes nos carros , que chegam a dar gosto de entrar no "photo mode" e tirar diversas fotos do seu carro na sua garagem ou á toda velocidade durante uma prova, é possível notar também os detalhes de sujeira e pedaços de veículos colididos na pista, além dos insetos e sujeiras que "voam" na tela do jogador em toda prova, o interior dos carros também são muito fiéis aos originais e bem feitos. Mas os elogios máximos á esta riqueza de detalhes devem-se aos efeitos sonoros, vale à pena aumentar o som da televisão para prestar atenção nos roncos ferozes dos motores, além dos efeitos de derrapagens, colisões e alterações de terreno, como quando o jogador derrapa para a terra existente na lateral de algumas pistas.

Assim como em Need For Speed: SHIFT, o piloto acumulará pontos de experiência que serão recompensados com novos itens para personalizar o carro com novas marcas de pneus, tipos de pintura do carro e adesivos, além de dinheiro para adquirir novos veículos e/ou fazer upgrades dos já adquiridos.

As disputas por posição nas provas são fantásticas, os adversários são ardilosos, não espere sair batendo em todos para tomar sua frente, pois o mesmo sempre dá um jeito de te jogar para o muro com ele ou fazer o piloto perder o controle da direção e capotar. As disputas pela primeira colocação merecem certamente um destaque, a briga é incessante durante toda a prova, o jogador não pode perder o foco um segundo na pista para não perder a chance de ultrapassar o rival.

O jogador também encontrará diversos tipos de corrida como o Drift, que é bastante desafiador, mas que gera até um carro de recompensa ao piloto caso o mesmo tenha bons resultados nas provas, irá exigir paciência para conseguir entender os truques de como fazer o carro deslizar nas curvas sem rodar, mas vale à pena.

Pontos Negativos

Apesar da riqueza de detalhes, Need For Speed SHIFT 2: Unleashed acaba pecando pelo excesso do mesmo em alguns aspectos. O maior exemplo disso é o menu de personalização de cor e adesivos dos veículos, o mesmo é muito complicado, o jogador deve controlar níveis de saturação, brilho e contraste para simplesmente mudar a cor do seu carro de azul para laranja, por exemplo.

Outro problema encontrado no jogo veio em relação aos aspectos de temporalidade e clima do jogo, as corridas noturnas são uma escuridão total, convenhamos, se a intenção da EA era fazer uma franquia de simulação de corrida, então teoricamente as pistas deveriam ter iluminação que não fosse vinda apenas dos faróis dos carros. Já nas corridas em dias mais ensolarados, o sol é tão forte que chega a refletir na pista e atrapalhar na visualização de algumas curvas. O mais curioso em relação a estes problemas é que SHIFT 2 procura ser um simulador de corrida, mas esquece de investir em corridas na chuva ou outros aspectos climáticos, o jogo é: dia ensolarado ou noite completamente escura.

Conclusão

Need For Speed SHIFT 2: Unleashed é certamente uma ótima evolução diante do seu antecessor, NFS: SHIFT, a riqueza de detalhes gráficos enchem os olhos do jogador e o áudio é incrível, esses detalhes foram tão focados no desenvolvimento do jogo que ás vezes chegam a atrapalhar, mas nada que vá comprometer drasticamente a jogabilidade.

Os jogadores mais inexperientes terão dificuldade no início do jogo, tendo que alterar as configurações de direção e de inteligência artificial com uma certa freqüência, mas nada que com o tempo não melhore. Já aqueles que estiverem mais experientes com o game, não se verão absolutos nas lideranças das corridas, diversos circuitos desafiadores são encontrados no jogo, certamente o botão "restart" encontrado no menu de pausa de SHIFT 2 é um dos mais utilizados no jogo. Apesar disso, o game consegue agradar desde os fãs mais hardcore de simulação de corrida até os mais casuais.

Need For Speed SHIFT 2: Unleashed é um jogo que prende a atenção do jogador em cada prova, por isso, não estranhe se ver sentado na ponta do sofá de boca aberta ao final de uma corrida, definitivamente vale a pena, principalmente para quem quer ter um primeiro contato com um jogo de corrida focado na simulação. Nota: 8,7

O game foi lançado para PC, PS3 e Xbox 360 e está a venda no país por R$199

Fonte: Terra
Publicidade