PUBLICIDADE

Jogamos: Slink & Snatch é um jogo stealth para realidade virtual

Slink & Snatch: Tales of Thievery é um jogo brasileiro para a realidade virtual que coloca o jogador numa missão secreta para salvar o mundo

1 set 2023 - 18h46
Compartilhar
Exibir comentários
Slink & Snatch é um jogo de aventura brasileiro para a realidade virtual
Slink & Snatch é um jogo de aventura brasileiro para a realidade virtual
Foto: Venturion / Divulgação

A realidade virtual continua sendo palco para ideias criativas no entretenimento. Este é o caso de  Slink & Snatch: Tales of Thievery é um jogo de realidade virtual com foco no stealth e com visuais cartunescos. O Game On teve a oportunidade de jogar uma versão antecipada do jogo, mas será que tem potencial? 

Imersão e Realidade Virtual

Slink & Snatch traz uma boa primeira impressão. Equipado com uma luva mágica, o jogador tem em suas “mãos” o misterioso poder de agarrar objetos a longas distâncias. Não só isso, como também é possível subir em diferentes plataformas, que abre diferentes caminhos para andar de forma sorrateira pelo mapa em busca de tesouros. 

O alvo principal de Slink está em uma cidade próxima, protegida por uma parede mágica. Para abrir este muro, era necessário encontrar três diamantes espalhados pelo mapa, coagindo o jogador a explorar e completar quebra-cabeças para progredir. Um destes diamantes estava guardado em um cofre protegido por uma senha, o que me levou a seguir pistas escritas em um pedaço de papel e fisicamente encontrar a senha escondida. 

É possivel roubar ou passar despercebido pelos grupos de inimigos
É possivel roubar ou passar despercebido pelos grupos de inimigos
Foto: Slink & Snatch / Reprodução

Ao entrar na cidade, o jogador pode se aproximar do objetivo da maneira que quiser. É possível roubar dinheiro, chaves e itens de interesse do bolso de inimigos, se esconder nas sombras, escalar prédios e encontrar segredos. É bem legal imaginar as diferentes maneiras de progredir quando você encontra dois ou três guardas no seu caminho, mas a inteligência artificial ainda pode ser melhor com versões futuras. 

Para a movimentação, o jogo utiliza o sistema de “teleporte”, que ajuda a evitar enjoos e dá mais conforto para o jogador com o headset. Na jogabilidade, o jogo concentra sua atenção em plataformas, que proporcionam uma experiência extraordinária e imersiva devido à realidade virtual. Apesar do jogo ter gráficos cartunescos e um estilo parecido com o da finada franquia “Sly Cooper”, a realidade virtual faz um belo trabalho em colocar o jogador na pele de Slink em um mundo fantasioso.

Conclusão

A cidade é aberta para o jogador progredir da forma que desejar
A cidade é aberta para o jogador progredir da forma que desejar
Foto: Slink & Snatch / Reprodução

O jogo continua em desenvolvimento, mas é claro que, pelo menos na versão que pude experimentar, o time da Venturion tem uma joia rara em mãos. O jogo tem potencial para oferecer uma experiência sólida e agradável quando ele finalmente estiver disponível, e particularmente, mal posso esperar para ver o que os desenvolvedores planejam para o futuro. 

Fonte: Game On
Compartilhar
Publicidade
Publicidade