PUBLICIDADE

Activision Blizzard tentou comprar Dota 2, diz jornalista

Caster chinês comentou em redes sociais que empresa tratou criador do game com falta de respeito

27 jun 2022 - 12h00
(atualizado às 12h43)
Ver comentários
Publicidade
Dota 2 quase foi adquirido pela Blizzard
Dota 2 quase foi adquirido pela Blizzard
Foto: Valve / Reprodução

Um dos maiores sucessos da Valve, Dota 2, quase foi parar debaixo do guarda-chuva da Activision Blizzard, segundo contou o caster chinês Dong "DC" Can. Ele publicou na última semana na Weibo, uma rede social chinesa, que a Blizzard tentou negociar com a Valve uma compra do MOBA, mas, segundo DC, a compra esbarrou no preço pedido pelo game.

O caster chinês, que é conhecido pelo seu trabalho como comentarista de Dota2, disse na publicação que a Blizzard não tratou IceFrog (criador do modo DotA) com respeito. Segundo DC, a empresa acreditou que possuía vantagem na hora de negociar e optou por uma postura questionável.

"Blizzard achou que era quem mandava, quem era você IceFrog? Como você ousa negociar preço com a gente", diz o texto original de DC, para exemplificar como foi a postura da empresa durante a negociação com IceFrog.

Valve e Blizzard disputaram judicialmente pelo nome DotA

O termo DotA se refere à Defense of the Ancients (defesa dos antigos) e foi criado por IceFrog em 2005, como um mapa personalizado em Warcraft III. Entretanto, o modo ganhou tanta fama entre a comunidade, que logo a Valve contratou a mente por trás para trabalhar no desenvolvimento de DotA 2.

Assim, apesar de não citar datas, o relato de DC vai de encontro com o histórico das duas empresas pelo nome DotA. Isso porque Valve e Blizzard disputaram judicialmente os naming rights. Em 2012, um acordo foi feito, onde a Valve poderia utilizar o nome de forma comercial, mas teria que fazer do zero o design de personagens, mapas e outras coisas, para lançar o jogo como uma IP totalmente nova.

Já a Blizzard poderia manter os nomes de mapas da comunidade com o termo DotA, mas não poderia utilizá-lo comercialmente. Logo, é possível que antes do acordo, ou até mesmo depois, a empresa tenha tentado comprar os direitos de IceFrog para manter controle sobre toda a franquia.

Fonte: Game On
Publicidade
Publicidade